Brasil domina Libertadores na última década, mas só o River é bicampeão

Grêmio, Flamengo, Santos, Atlético Mineiro, Internacional e Corinthians conquistaram o torneio

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 04 (AFI) - O futebol brasileiro dominou a Libertadores da América na última década. Foram seis títulos nos últimos dez anos. No entanto, o único que conseguiu ser bicampeão foi o River Plate. A Argentina teve três conquistas, contra um dos colombianos.

Flamengo é o atual campeão da Libertadores
Flamengo é o atual campeão da Libertadores
2010 - Internacional

O Internacional foi o primeiro campeão da década. O Colorado fez 12 pontos na primeira fase, liderando o Grupo 5. O Colorado ainda passou por Banfield, Estudiantes, São Paulo, em uma semifinal épica, e Chivas-MEX. Na decisão, vitórias por 2 a 1 e 3 a 2.

2011 - Santos

O domínio brasileiro continuou com Santos, de Neymar e Ganso. O Peixe ficou em segundo no Grupo 5, atrás do Cerro Porteño. No mata-mata, fez o básico para passar de América-MEX, Once Caldas e o prório Cerro Porteño. A final foi contra o Peñarol. Após empate sem gols, venceu por 2 a 1 no Pacaembu para conquistar o título.

2012 - Corinthians

O Corinthians enfim conquistou o tão sonhado título em 2012. Com 14 pontos, classificou na liderança do Grupo 6. A conquista invicta do Timão teve ainda pelo caminho, Emelec, Vasco da Gama, Santos e o todo poderoso Boca Juniors. A partida emblemática foi diante do time carioca, com defesa de Cássio em chute de Diego Souza.

2013 - Atlético-MG

O Atlético de Ronaldinho, Jô, Tardelli e companhia, venceu o torneio em 2013. O Galo fez 15 pontos, terminando na liderança do Grupo 3, contra sete do São Paulo. No mata-mata, o Alvinegro bateu o próprio Tricolor, em duelo emblemático entre Ronaldinho e Rogério Ceni. Depois, eliminou: Tijuana, com uma defesa milagrosa do goleiro Victor, da marca da cal, Newell's Old Boys, nos pênaltis, e Olímpia, também das penalidades.

2014 - San Lorenzo-ARG

Coube ao time do Papa quebrar a sequência brasileira. O San Lorenzo fez oito pontos, na vice-liderança do Grupo 2, eliminando o Botafogo. Derrotou, na sequência, o Grêmio, nos pênaltis, Cruzeiro, e Bolívar. Na final, derrotou o Nacional-PAR.

2015 - River Plate-ARG

O River fez uma campanha discreta na primeira fase, com sete pontos, contra 14 do Tigres. O adversário foi o Boca. Após vitória por 1 a 0, no Monumental, o River classificou após punição ao Boca, excluído por sua torcida ter atirado gás de pimenta no vestiário do rival. Na sequência, o River eliminou Cruzeiro, Guaraní e Tigres-MEX.

2016 - Atlético Nacional-COL

Com Guerra e Borja, o Atlético levantou o título em 2016. O time colombiano conquistou 16 pontos, dos 18 possíveis na primeira fase. Ainda eliminou os argentinos Huracán e Rosário Central, além do São Paulo. A final foi diante do Independiente del Valle.

2017 - Grêmio

O Brasil voltou ao lugar mais alto do pódio com o Grêmio. O time gaúcho foi o líder do Grupo 8, eliminou o Godoy Cruz, nas oitavas, Botafogo, nas quartas, Barcelona, na semifinal, e Lanús, na decisão, com triunfos por 1 a 0 e 2 a 1.

2018 - River Plate-ARG

O River Plate conquistou o seu segundo título da década em 2018. Classificou em primeiro do Grupo D, deixando o Flamengo em segundo. Depois, enfileirou argentinos como Racing e Independiente. Na semifinal, bateu o Grêmio e na final, o Boca Juniors. Após empatar por 2 a 2, derrotou o arquirrival Boca Juniors por 3 a 1.

2019 - Flamengo
O Flamengo fez um Grupo D equilibrado, com dez pontos, assim como LDU e Peñarol. O Mengão sofreu contra o Emelec, mas levou nos pênaltis. Depois, bateu Inter, Grêmio e conquistou o título em jogo único frente ao River Plate, por 2 a 1, com show de Gabigol.