Athletico-PR 1 x 0 Peñarol-URU - Furacão sofre, mas vence na estreia da Libertadores

O resultado foi importante, pois o time paranaense vai jogar as duas próximas rodadas do Grupo C fora de casa

por Agência Estado

Curitiba, PR, 04 (AFI) - Foi difícil, mas o Athletico-PR estreou com vitória na Copa Libertadores, ao derrotar o Peñarol, por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. O resultado foi importante, pois o time paranaense vai jogar as duas próximas rodadas do Grupo C fora de casa, diante do Colo-Colo, em Santiago (Chile), e Jorge Wilstermann, em Cochabamba (Bolívia).

O Athletico iniciou imprimindo um ritmo muito forte, com rápida troca de passes. Nos primeiros 15 minutos, o time paranaense teve 77% de posse de bola, mas não conseguiu transformar este domínio em oportunidades de gols.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO

DISPUTADO!
Foram poucas as finalizações da equipe nacional que levaram perigo para a meta de Dawson. Aos 22 minutos, Adriano surpreendeu, ao surgir pelo lado direito, mas não pegou bem na bola e o chute saiu fraco.

A melhor chance foi criada em bola parada. Após escanteio pela direita, o zagueiro Thiago Heleno subiu muito alto e cabeceou bem, mas a bola acertou a trave direita.

Athletico vence o Peñarol
Athletico vence o Peñarol

Com o passar do tempo, o Peñarol passou a catimbar em todas as jogadas divididas na tentativa de parar o jogo e diminuir o ímpeto do Athletico. Em um dos últimos lances do primeiro tempo, a arbitragem, sem a ajuda do VAR, errou ao não marcar uma mão na bola de González em jogada com Nikão.

VENCEU!
O Athletico voltou mais incisivo na segunda etapa. As finalizações se sucederam, mas pararam na boa atuação de Dawson, autor de pelo menos três grandes defesas. A mais impressionante foi aos 17 minutos, após cabeçada de Bissoli. O goleiro espalmou e a bola ainda tocou na trave esquerda.

Com a aproximação do fim do jogo, a partida ficou tensa e as jogadas mais ríspidas foram comuns. Em uma delas, Léo Cittadini e Trindade se estranharam, houve um início de confusão com vários jogadores se empurrando.

O Peñarol só foi tentar algo aos 28 minutos, com um chute despretensioso de Bravo. Muito pouco para o tradicional time uruguaio.

Na sequência, aos 30 minutos, Nikão fez bela jogada na direita e cruzou para o gol de Bissoli, de letra. Um golaço! Com a vantagem, o time paranaense também começou a catimbar e ganhar tempo.

O Peñarol se lançou ao ataque no fim do jogo e levou perigo para o gol de Jandrei. Acevedo surgiu livre e quase empatou, aos 46 minutos.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Athletico enfrenta o Colo Colo no dia 11 de março (quarta-feira0, às 19h15, em Santiago, no Chile. No mesmo dia e horário, o Peñarol encara o Jorge Wilstermann, no Uruguai.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
1ª rodada
Data
03/03/2020
Horário
21h30
Local
Arena da Baixada - Curitiba (PR)
Árbitro
Eber Aquino (PAR)

Renda
Não divulgado
Assistentes
Dario Gaona (PAR) e Roberto Cañete (PAR)

Público
20.621 total
Cartões Amarelos
Athletico-BRA: Robson Bambu, Márcio Azevedo, Carlos Eduardo, Léo Cittadini
Peñarol-URU: Terans Rojas, Trindade, Terans, Bravo

Gols
Athletico-BRA: Bissoli 30' 2T
Athletico-BRA
Jandrei;
Adriano (Jonathan), Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo;
Wellington, Erick (Fernando Canesin), Léo Cittadini e Nikão;
Bissoli e Carlos Eduardo (Marquinhos Gabriel)
Técnico: Dorival Júnior
Peñarol-URU
Dawson;
Giovanni González, Kagelmacher, Abascal e Rojas;
Matías de los Santos (Bravo), Vadócz, Trindade e Piquerez (Acevedo);
Terans (Pellistri) e Xisco
Técnico: Diego Forlán