São Paulo e Atlético-MG são multados por erros em inscrição na Libertadores

Em comunicado, a Conmebol explicou que o valor da multa será debitado automaticamente dos clubes

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 26 - A Conmebol anunciou nesta terça-feira a punição a Atlético-MG e São Paulo por erros cometidos no envio da lista de jogadores inscritos para a Libertadores deste ano. A entidade sul-americana advertiu ambos os clubes e os multou em US$ 15 mil (cerca de R$ 56,2 mil).

Em comunicado, a Conmebol explicou que o valor da multa será debitado automaticamente dos clubes, através do montante a ser pago pela entidade aos times por patrocínios ou direitos de transmissão. A entidade também especificou que não caberá recurso nestes casos.

Tanto Atlético-MG quanto São Paulo ainda foram advertidos pela entidade e serão punidos de forma mais dura se voltarem a cometer erros desta natureza nas próximas competições sul-americanas.

Em nota em seu site oficial, o Atlético-MG reafirmou ter realizado a inscrição dos jogadores no prazo estipulado e garantiu que a presidência da CBF se comprometeu a ressarcir o clube pelo valor desembolsado com a multa. Até o fim da tarde desta terça, o São Paulo ainda não havia se manifestado sobre o assunto.

Foto: Divulgação / São Paulo
Foto: Divulgação / São Paulo
ALVOS
Na semana passada, a Conmebol confirmou que 21 clubes viraram alvos de investigação do seu tribunal disciplinar por problemas ocorridos inscrição dos jogadores para suas duas principais competições de clubes. Entre eles, havia oito brasileiros: Atlético-MG e São Paulo, na Libertadores; Botafogo, Santos, Bahia, Fluminense, Corinthians e Chapecoense, na Sul-Americana.

Na última quinta, a entidade inclusive já havia multado seis clubes chilenos que participam da Libertadores e da Sul-Americana: Colo-Colo, Unión La Calera, Universidad de Chile, Palestino, Unión Española e Deportes Antofagasta. Nesta terça, ainda puniu o Libertad, do Paraguai, com esta mesma pena.

A entidade ainda não se manifestou sobre possíveis punições aos outros seis clubes brasileiros investigados, por problemas na inscrição para a Sul-Americana.