Palmeiras x Boca Juniors - Alviverde busca virada para ir à final da Libertadores

No jogo de ida, o time argentino venceu por 2 a 0 e agora os brasileiros precisam vencer por três gols de diferença para ir à decisão

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 30 (AFI) - Chegou a hora da decisão, é vencer ou vencer. Nesta quarta-feira o Palmeiras decide a vaga na decisão da Copa Libertadores da América e tenta ir à final pela primeira vez neste século. Após ser derrotado no jogo de ida por 2 a 0, a equipe alviverde precisa vencer por três gols ou mais para conseguir a classificação direta. O duelo contra o Boca Juniors-ARG está marcado para às 21h45 (horário de Brasília), no Estádio Allianz Parque, em São Paulo.

Disputando o primeiro confronto no Estádio La Bombonera, em Buenos Aires, o Palmeiras conseguiu segurar o adversário argentino até os 38 minutos do segundo tempo, quando sofreu dois gols de Benedetto e se complicou para ser uma das equipes na busca da final da competição. O time argentino pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim avança. Em caso de vitória por 2 a 0 do time alviverde, a decisão irá para os pênaltis.

CASA CHEIA
A partida promete ter casa cheia, isso por que o Palmeiras contabilizou a marca de 38 mil ingressos vendidos para a partida, que vale vaga na decisão do torneio. A parcial de 38 mil entradas vendidas garante ao time o maior público como mandante na Libertadores deste ano. A marca anterior pertencia ao confronto com o Colo-Colo, que teve 37.950 torcedores.

Palmeiras e Boca Juniors se enfrentam pela semifinal da Libertadores
Palmeiras e Boca Juniors se enfrentam pela semifinal da Libertadores

ALVIVERDE TEM DESFALQUES
O Palmeiras encerrou nesta terça-feira a preparação para enfrentar o Boca Juniors, pela semifinal da Copa Libertadores, com mistério e expectativa. O técnico Luiz Felipe Scolari voltou a fechar o treino do time na Academia de Futebol e fez mistério sobre a escalação titular.

No último treino, Felipão liberou a presença dos jornalistas por poucos minutos. O elenco trabalhou sem a presença do meia Hyoran, que sofreu uma pancada na perna direita e foi poupado. No restante, o treinador tem como desfalques os laterais Marcos Rocha e Jean. Ambos se recuperam de problemas físicos, ainda estão em processo de recuperação e não têm condições de atuar.

VERDÃO SEM PROBLEMAS
Pelo menos o Palmeiras não tem problemas para escolher os titulares. Como não há desfalques por suspensão, o treinador deve fazer alterações apenas para se adequar à estratégia de jogo. A principal dúvida é na montagem do setor ofensivo.

O meia Lucas Lima deve ser uma das novidades, por estar mais descansado. Outra aposta provável é em Deyverson. Como não foi titular contra o Flamengo, o atacante deve entrar em campo e ganhar a confiança do técnico pelo potencial no jogo aéreo e para conter os zagueiros na briga por espaço.

BOCA SEM O COMANDANTE
Guillermo Barros Schelotto não estará no banco de reservas do Boca Juniors na partida de volta da semifinal da Libertadores, contra o Palmeiras. O técnico foi suspenso pela Conmebol por uma partida devido ao atraso da equipe para entrar em campo após o intervalo no jogo de ida, vencido pela equipe argentina por 2 a 0. O treinador e o clube também foram multados.

Schelotto foi citado nos artigos 95, 106 e no inciso C do artigo 173 do regulamento da Libertadores, que tratam do protocolo de entrada em campo nas partidas do torneio. O último destes artigos estabelece que, caso um time desrespeite o horário ou as indicações do delegado da partida uma vez, recebe uma advertência; caso o problema ocorra novamente, o técnico é responsabilizado e suspenso por uma partida, além de pagar uma multa de US$ 1500 (cerca de R$ 5,4 mil), como aconteceu com o treinador do time argentino.

IRMÃO NO BANCO
Guillermo Schelotto deve ser substituído por seu irmão e auxiliar, Gustavo Schelotto, no banco de reservas do Allianz Parque. Ele não poderá ter contato com os jogadores ou a comissão técnica do clube de nenhuma forma. O Boca Juniors teve outra postura e só escalou o goleiro Rossi na derrota para o Gimnasia y Esgrima. Os principais jogadores sequer foram relacionados, nem precisaram viajar para acompanhar o restante dos companheiros.

A equipe do técnico Guillermo Barros Schelotto tem foco máximo na Libertadores. Em nono lugar no Campeonato Argentino e eliminado na Copa Argentina, o Boca Juniors só vai voltar a escalar os titulares nos compromissos locais a partir do momento em que não tiver mais chances na competição continental. A busca pela sétima conquista é uma obsessão no clube, para poder se igualar ao Independiente como o maior vencedor da história da Libertadores.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
31/10/2018
Horário
21h45
Local
Allianz Parque - São Paulo (SP)
Árbitro
Wilmar Roldán (Fifa - COL)

Renda
R$ 3.829.551,24
Assistentes
Alexandre Gusman (COL) e Jhon Alexander Leon (COL)

Público
40.299 torcedores
Cartões Amarelos
Palmeiras-BRA: Felipe Melo, Luan, Gustavo Gómez
Boca Juniors-ARG: Ábila, Perez

Gols
Palmeiras-BRA: Luan 7' 2T, Gustavo Gómez 15' 2T
Boca Juniors-ARG: Ábila 17' 1T, Benedetto 24' 2T
Palmeiras-BRA
Weverton;
Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa;
Felipe Melo (Gustavo Scarpa), Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima;
Dudu, Willian (Borja) e Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Boca Juniors-ARG
Rossi;
Jara, Izquierdoz, Magallán e Olaza;
Nández, Barrios e Pablo Pérez (Gago);
Pavón (Zárate), Villa e Ábila (Benedetto).
Técnico: Guillermo Schelotto
 
 
" />