Libertadores: Após gol polêmico, atacante do River provoca e cita 'Mão de Deus"

O jogador teria marcado o primeiro gol da vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio com o braço, lance que o VAR não acusou

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 31 (AFI) – A eliminação do Grêmio da Copa Libertadores, após derrota em casa por 2 a 1 para o River Plate, foi marcada por muita polêmica. Além do gol da vitória, marcado em cobrança de pênalti com auxilio do árbitro de vídeo, o primeiro gol dos argentinos foi marcado com o braço e, nessa ocasião, o VAR não entrou em ação.

Pity Martínez, autor do gol contestado, deixou a situação ainda mais polêmica após a partida, quando fez uma publicação em suas redes sociais citando a ‘mão de Deus’, expressão cunhada para o gol de Maradona com a mão na Copa de 86.

“Vamos equipo, todos juntos. De la mano de Dios” (Vamos time, todos juntos. Da mão de Deus), postou o jogador com uma foto sua comemorando o gol de empate na Arena do Grêmio.

A dúvida é se o jogador está falando de sua própria mão, usada para marcar o primeiro gol, ou da mão do zagueiro Bressan, que tocou na bola dentro da área e resultou no gol da virada.

Classificado, o River Plate espera o confronto de volta entre Palmeiras e Boca Juniors para conhecer seu próximo adversário. Na partida de ida, na Bombonera, os argentinos venceram por 2 a 0.

 
 
" />