Palmeiras 3 x 1 Junior-COL - Borja decide e Verdão faz melhor campanha da 1ª fase

O Boca Juniors também se beneficiou do resultado e ficou com a classificação na segunda colocação do Grupo H

por Daniel Faustino

São Paulo, SP, 16 (AFI) – O Palmeiras fechou a primeira fase da Libertadores com a liderança isolada do Grupo H, de forma invicta e com a melhor campanha de toda a competição. Nesta quarta-feira, e equipe de Roger Machado recebeu o Junior Barranquilla, da Colômbia, no Allianz Parque, pela última rodada da primeira fase e venceu por 3 a 1, mesmo poupando alguns titulares.

Quem se beneficiou da vitória palmeirense foi o Boca Juniors. O time argentino precisava torcer contra o Junior e vencer seu jogo, para se classificar. Como fez 5 a 0 no Alianza Lima, na Bombonera, a equipe de Buenos Aires chegou aos nove pontos, na segunda colocação.

O Palmeiras ficou com a liderança com larga vantagem, sete pontos acima do Boca. O Junior, com sete pontos, ficou em terceiro e vai para a Copa Sul-Americana. O Alianza Lima terminou na lanterna, com apenas um ponto.

PRIMEIRO TEMPO SEM GOLS
O primeiro tempo foi de poucas emoções. Precisando do resultado para se classificar, já que o Boca Juniors vencia o Alianza Lima na outra partida da chave, o Junior tentava tomar a iniciativa da partida, mas tinha dificuldade para armar jogadas de perigo.

O Palmeiras também não levava muito perigo ao gol de Sebastián Viera e praticamente não arrematou para o gol na primeira etapa. Apenas nos últimos minutos antes do intervalo é que o jogo cresceu em emoção com duas chegadas perigosas do time colombiano, que exigiram belas defesas de Fernando Prass. O goleiro palmeirense espalmou um chute de primeira de Téo Gutiérrez e uma cabeçada de Chará, segurando o empate.

BORJA DECIDE
Na segunda etapa, o Palmeiras voltou mais ligada e quase abriu o placar aos quatro minutos, em chute de longe de Tchê Tchê que explodiu no travessão.

Dois minutos mais tarde, Mayke cruzou da direita, o goleiro tentou cortar, mas deixou a bola escapar nos pés de Borja, que completou para o gol e deixou o time brasileiro em vantagem.

Logo após o gol, no entanto, o Palmeiras sofreu um susto com a marcação de um pênalti duvidoso em divida entre Luan e Téo Gutiérrez. No entanto, Fernando Prass defendeu a cobrança de Barrera.

A euforia tomou conta do estádio e, empurrado pela torcida, o Palmeiras ainda marcou o segundo novamente com Borja, aos 14 minutos. O centroavante recebeu de Willian e deu um toque de categoria por cima do goleiro.

O Junior ainda descontou com Téo Gutiérrez. Aos 21 minutos. Claramente impedido, o atacante recebeu de Chará e só teve o trabalho de empurrar para dentro.

Mas a noite era mesmo de Borja e o colombiano marcou o terceiro apenas dois minutos mais tarde. Guerra cobrou falta para a área, a zaga desviou para o meio e o centroavante finalizou de primeira.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
6ª rodada
Data
16/05/2018
Horário
21h45
Local
Arena Palmeiras - São Paulo (SP)
Árbitro
Enrique Cáceres (PAR)

Renda
R$ 1.621.350,28
Assistentes
Eduardo (PAR) Cardozo e Juan Zorrilla (PAR)

Público
25.787 pessoas
Gols
Palmeiras-BRA: Borja 6' 2T, Borja 14' 2T, Borja 23' 2T
Junior (COL)-COL: Téo Gutiérrez 21' 2T
Palmeiras-BRA
Fernando Prass;
Mayke, Luan, Emerson Santos e Victor Luis;
Thiago Santos, Tchê Tchê (Bruno Henrique) e Guerra (Deyverson);
Dudu, Borja (Hyoran) e Willian.
Técnico: Roger Machado
Junior (COL)-COL
Sabastián Viera;
Piedrahita, Jonathan Ávila, Jorge Arias e David Murillo (Rafael Pérez);
Cantillo, Pico, Chará (Luis Ruiz) e Barrera;
Yony González (Luis Diáz) e Téo Gutiérrez.
Técnico: Julio Comesaña
 
 
" />