Paulista A2: Presidente do Juventus tenta esconder prejuízos e pode haver impeachment

Gravações feitas por Adriano Daré, ex-diretor de marketing do clube, evidenciam que Domingos Sanches tentou burlar contratos

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 07 (AFI) - A crise política no Juventus parece não ter fim. Tradicional clube do Estado, a agremiação pode estar caminhando para o primeiro impeachment de sua história quase centenária. Presidente do clube, Domingos Sanches teria tentado arquitetar um esquema no qual contratos seriam fraudados com o intuito de esconder prejuízos do Conselho Deliberativo, órgão responsável por fiscalizar as finanças do clube.

Tudo veio à tona nesta quarta, após o site da Gazeta Esportiva publicar uma reportagem completa no qual constam, inclusive, áudios gravados por AdrianoDaré, ex-diretor de marketing do clube.

Domingos Sanches tentou fraudar contratos para mascar prejuízos no Juventus
Domingos Sanches tentou fraudar contratos para mascar prejuízos no Juventus

“Minha ideia aqui, eu vou dar uma estudada, quero ver com a Silvia (colaboradora que ajuda nos eventos do clube) toda a documentação, o que a gente puder tirar daqui nós vamos tirar. E esse valor dos 100 mil, se a gente conseguisse uma nota de 50 (mil), a gente fala ‘não foi 100 (mil), foi por 50 (mil)’”, explica Sanches, em reunião que, segundo os áudios, contou com a presença de Saulo Moisés Franciscon, vice-presidente, além de Daré.

A ação seria sobre dois eventos realizados pelo clube em 2017: o 'Bacon Day' e 'Uma Noite Perfeita'. O segundo evento, no caso, é tido como elementar para os problemas criados entre conselheiros, dirigentes e os próprios associados. É possível perceber ainda, os dirigentes do clube se organizando para entregar uma planilha falsa, que seria entregue ao Conselho Fiscal.

AUTO PROTEÇÃO?
Responsável pelos áudios, Adriano Daré diz que resolveu se precaver de tudo que presenciava e por isso gravou tudo. Devido a sua função, sua participação na realizam dos mesmos foi ativa. Atualmente exonerado do cargo, ele começou a exercer a função no marketing do clube em janeiro de 2017.

“Quer fazer mutreta, não me chama. E comecei a gravar para eu me proteger, não para fazer nada. Tenho dois contratos, o inicial e o segundo contrato, para eu assinar e eles apresentarem ao Conselho. Gravei, porque, se desse ruim…”, explicou Daré, em entrevista ao site da Gazeta Esportiva.

IMPEACHMENT
Itamar Colombini Capano, presidente do Conselho Deliberativo, afirma que a chance de impeachment existe. Ele revela que já tomou ciência dos áudios e também dos referentes contratos, os quais vão ser devidamente analisados. Há, inclusive, uma reunião marcada para a noite desta quinta.

“Nós estamos travando uma batalha desde o início do mandato dele, a gente vai em busca de soluções”, avisou. “Eu sou juventino, sempre frequentei a Javari, sempre fiquei no alambrado, nunca fiquei nas tribunas. No alambrado sinto o cheiro da grama, sou sócio número 39, fui criado na Javari”, orgulhou-se, para destacar o espanto de seus colegas. “Está todo mundo surpreso com isso. O pessoal (Conselheiros) fala ‘não é possível’, mas está gravado, não tem como falar ‘não fui eu’. É uma situação muito difícil para mim”, falou.

O QUE DIZ O PRESIDENTE?
Domingo Sanches diz que os áudios em questão foram editados, mas, não negou, contudo, que pediu que uma planilha fosse retirada da prestação de contas do evento intitulado 'Uma Noite Perfeita'.

“Estão fazendo com essa intenção, é um negócio mal-intencionado. Um áudio montado. Eles já fizeram isso aí (tentar o impeachment), o Itamar fez isso com o presidente anterior. Nosso Conselho Diretivo são pessoas mal-intencionadas. Essas atitudes só prejudicam o clube. Há um ano e seis meses eu estou trabalhando para reabilitar o clube, que não tinha nem certidão negativa de débito. Eles destroem tudo do dia para noite. Estão pensando nas próximas eleições. Eu estou muito triste com isso, nervoso”, comentou.

NOTA OFICIAL
O Juventus soltou uma nota no meio desta tarde, se pronunciando a respeito do fatos.

O Clube Atlético Juventus informa que está tomando todas as medidas judiciais a respeito das informações veiculadas nesta quarta-feira (07 de fevereiro) nos meios de comunicação envolvendo dois eventos realizados na sede do clube em 2017.