Série B: 'Ainda somos o time a ser batido', diz técnico do Juventude

O time segue invicto na competição e agora se prepara para enfrentar o Brasil de Pelotas

por Agência Futebol Interior

Caxias do Sul, RS, 19 (AFI) - As rodadas passam na Série B do Campeonato Brasileiro e o Juventude continua invicto. Após conquistar um ponto fora de casa com o empate sem gols em duelo com o Paysandu, o Ju volta a campo nesta terça-feira para enfrentar o Brasil de Pelotas, no Alfredo Jaconi. E a ordem é conquistar os três pontos dentro de casa.

Para o técnico Gilmar Dal Pozzo, o ponto conquistado em Belém foi muito importante, porque chegar a mais um jogo de invencibilidade é um grande combustível para o time. Além disso, ele garantiu que não vai abrir mão de sua filosofia de jogo.

"A avaliação é que ainda somos o time a ser batido. Não vamos mudar o jeito de jogar. Sempre é difícil atuar contra o Paysandu aqui, mas fizemos uma boa partida e continuamos invictos na competição. Temos um conceito de jogo para atuar fora e estou muito satisfeito pela campanha. Está sendo surpresa para nós mesmos essa regularidade. Acredito que todos vão oscilar. Por enquanto, estamos nos mantendo", disse o treinador.

O Juventude ainda não foi batido na Série B do Brasileiro. (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
O Juventude ainda não foi batido na Série B do Brasileiro. (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

Para o jogo desta terça-feira, Dal Pozzo deve fazer mudanças no time. O lateral Bruno Collaço, que sentiu um desconforto muscular e foi vetado do duelo com o Paysandu, volta a ficar à disposição e deve começar jogando. O volante Fahel deve ficar com a vaga de Lucas, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

O Juventude pode ir a campo com Matheus; Vinicius, Domingues, Ruan e Bruno Collaço; Diego Felipe, Lucas (Fahel), Juninho e Leilson; Ramon e Tiago Marques