Joinville demite Adilson Batista e Brasileirão chega a 12 trocas de técnicos. Confira!

O presidente do JEC, Nereu Martinelli, mais mudanças no departamento de futebol nesta segunda-feira

por Agência Futebol Interior

Joinville, SC, 26 (AFI) – A passagem de Adilson Batista à frente do Joinville durou menos de dois meses. O treinador é décimo a perder o emprego no Campeonato Brasileiro. A diretoria tricolor decidiu demiti-lo, após a derrota para o Santos, por 2 a 0, na manhã deste domingo, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada.

Adilson Batista ficou penas dez jogos à frente do Joinville no Brasileirão
Adilson Batista ficou penas dez jogos à frente do Joinville no Brasileirão

O presidente do JEC, Nereu Martinelli, confirmou a saída de Adilson, no início da noite. Juntamente com o comandante, também sairão o auxiliar técnico Fábio Moreston e o analista de desempenho, Cyro Garcia.

Mais mudanças no departamento de futebol devem ser anunciadas pelo mandatário, nesta segunda-feira. Dispensa de jogadores e mudanças na diretoria não estão descartadas. Por enquanto, o nome do novo treinador não foi comentado.

Adilson Batista deixa o Joinville, após uma campanha pífia. Em dez partidas, ele conquistou duas vitórias, dois empates e seis derrotas. Como o time já vinha mal sob o comando de Hemerson Maria, segue na lanterna do Brasileirão, com apenas nove pontos.

Em 15 rodadas, o Brasileirão já teve 12 trocas de técnicos e dez treinadores demitidos. No São Paulo, Juan Carlos Osorio foi contratado, mas Milton Cruz, que iniciou no Brasileirão como técnico, segue como auxiliar. O mesmo aconteceu com Marcelo Fernandes no Santos. Já o JEC é o time que mais trocou de comando, já que anunciará seu terceiro treinador antes mesmo de se iniciar o returno.

Confira os clubes que já trocaram de técnicos:

Coritiba – Marquinhos Santos por Ney Franco

Cruzeiro – Marcelo Oliveira por Vanderlei Luxemburgo

Flamengo - Vanderlei Luxemburgo por Cristóvão Borges

Fluminense – Ricardo Drubscky por Enderson Moreira

Goiás – Hélio dos Anjos por Julinho Camargo

Grêmio – Luiz Felipe Scolari por Roger Machado

Joinville – Hemerson Maria por Adilson Batista

Palmeiras – Oswaldo de Oliveira por Marcelo Oliveira

Santos – Marcelo Fernandes por Dorival Júnior

São Paulo – Milton Cruz por Juan Carlos Osorio

Vasco – Doriva por Celso Roth

 
 
" />