Série C: Focado na reabilitação, Jacuipense-BA ainda tem dúvida no ataque

O técnico Jonilson Veloso não poderá contar com o zagueiro Kanu e com o atacante Thiaguinho, suspensos

por Agência Futebol Interior

Riachão do Jacuípe, BA, 09 (AFI) - Sem vencer há quatro jogos - sendo três empates e uma derrota - o Jacuipense-BA volta a campo neste sábado (10) de olho na reabilitação para sair da parte debaixo da tabela do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. Fora de casa, o Leão Grena enfrenta o Remo, no Estádio do Mangueirão, às 19h. Para a viajem, o técnico Jonilson Veloso relacionou 20 jogadores.

Sem poder contar com o zagueiro Kanu e com o atacante Thiaguinho, que receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática, o comandante será obrigado a fazer mudanças no setor defensivo e ofensivo. Na zaga, Matheus, que é substituto direto da posição, deve ser o titular ao lado de Railan. No ataque, por sua vez, Elias, Popó e João Marinho disputam a titularidade.

Focado na reabilitação, Jacuipense-BA ainda tem dúvida no ataque
Focado na reabilitação, Jacuipense-BA ainda tem dúvida no ataque
Além deles, os laterais Radar e Rodrigo Ramos devem brigar pela titularidade. O primeiro, que ficou de fora nas duas últimas rodadas, se recuperou de uma lesão no posterior da coxa direita e treinou normalmente nos últimos dias. Já o segundo está desfalcando o Leão a cerca de um mês por conta de um estiramento na coxa direita. Ele até voltou a treinar, mas sentiu dores de novo e só agora esta apto.

No mais, o comandante ainda faz mais um treino na tarde desta sexta na capital paraense finalizando a preparação para o embate com o Remo e definir o time titular. O meio-campista Rafael Bastos, que tinha tudo para voltar a atuar, foi vetado pelo Departamento Médico e segue em tratamento de um edema no músculo posterior da coxa direita.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO
Até por conta disso, o técnico Jonilson Veloso deve mandar o Jacuipense-BA a campo com a seguinte formação: Jordan; Lucas (Rodrigo Ramos), Matheus, Rialan e Radar (Vicente); Raniele, Flávio, Mauri e Danilo Rios; Dinei e Elias (Popó/João Marinho).