Bicampeão paulista, time do interior comemora 73 anos de história

Clube de Itu é um dos poucos do interior a já ter conquistado a competição estadual

por Federação Paulista (FPF)

Itu, SP, 24 - Fundado em 1947, o Ituano Futebol Clube é uma das mais tradicionais equipes paulistas. Campeão paulista em 2002 e 2014, neste domingo, completa 73 anos.

Fundado como Associação Atlética Sorocabana, mudou de nome em 1960, para Ferroviário Atlético Ituano. Em 1990, após conseguir o acesso pela primeira vez para a elite estadual, adotou a atual denominação.

TRAJETÓRIA
Como Sorocabana, o clube disputou as competições profissionais entre 1955 e 1959 (Terceira Divisão). Jogou também em 1963 e 1966 (Quarta Divisão).

À época, porém, a cidade tinha como principal representante o Clube Atlético Ituano, campeão da terceira divisão em 1954 e 1955.

Como Ferroviário Atlético Ituano, utilizando as cores azul, vermelho e branco, a equipe volta ao profissionalismo apenas em 1977, para então sim se firmar como o principal clube da cidade - o CA Ituano encerrou as atividades em 1964.

Em 1981, o clube conquista o seu primeiro acesso e chega à Segunda Divisão. Ainda nos anos 1980, o clube passa por outra importante mudança: troca as antigas cores pelo rubro-negro do antigo Ituano.

PRIMEIRO TÍTULO
Estabelecido na divisão, o Ferroviário Atlético Ituano fez campanha histórica. Após vencer a Francana na semifinal e conquistar o acesso para a elite, o time derrotou a Ponte Preta na decisão e faturou o seu primeiro título.

Pela primeira vez na elite paulista, e com novo nome que permanece até os dias de hoje, a equipe fez boa campanha, e conseguiu chegar na terceira fase da competição.

Viveu de quedas e subidas na década de 1990. Em 2002, com a criação do Torneio Rio-São Paulo conquistou o acesso para a elite através das vags abertas.

ANOS DE CONQUISTAS
Sem os quatro maiores vencedores do Paulistão, além de São Caetano, Guarani, Ponte Preta, Portuguesa e Paulista, a edição de 2002 foi disputada por 12 equipes, sendo 11 do interior.

Após dois turnos, a equipe de Itu acumulou 11 vitórias, empatou sete jogos e perdeu apenas quatro, superando os adversários.

Com o título estadual, o clube do interior recebeu o direito de disputar o Supercampeonato Paulista naquele mesmo ano, junto com os três melhores paulistas do Torneio Rio-São Paulo: Corinthians, São Paulo e Palmeiras.

Jogadores do Ituano comemoram título paulista em 2014 (Foto: Divulgação)
Jogadores do Ituano comemoram título paulista em 2014 (Foto: Divulgação)
Pela frente, o time rubro-negro teve o Corinthians, grande sensação do primeiro semestre naquele ano e que, além do regional, venceu também a Copa do Brasil.

A primeira partida foi no estádio Novelli Júnior, em Itu, e os donos da casa venceram por 2 a 0. No jogo da volta, o resultado de 3 a 2 para os corintianos não foi o suficiente para impedir que o time interiorano fosse para a final contra o São Paulo.

Na decisão, a partida de ida, em Itu, terminou empatada em 2 a 2. No Morumbi, porém, o São Paulo fez valor a sua força e o fator casa e venceu por 4 a 1.

TEVE MAIS
O ano ainda reservaria para o Ituano o título da Copa Paulista. No ano seguinte, foi a vez do time esrever sua história em torneios nacionais ao vencer a Série C do Campeonato Brasileiro. O time se manteve na Série B até 2007.

INESQUECÍVEL
Se mantendo sem ser rebaixado no Paulistão, a equipe acabou surpreendendo em 2014 e chegou ao seu bicampeonato.

Na campanha, deixou o Corinthians para trás na primeira fase e derrubou o favoritismo do Botafogo nas quartas de final. A semifinal contra o Palmeiras foi vencida com gol de Marcelinho, na casa do adversário.

A final colocou o Ituano frente a frente com o Santos, que vivia os últimos meses de Neymar no clube.

Novamente sem se intimidar, o Ituano teve boa atuação, vencendo o primeiro jogo no Pacaembu, por 1 a 0. No mesmo local, o alvinegro devolveu o resultado, levando a partida para as penalidades máximas, vencida pelo time interiorano.

NA SÉRIE C
Em 2019, o time teve novo acesso nacional, da Série D para a C. Com a interrupção do calendário nacional por conta da pandemia do Coronavírus, a torcida ituana aguarda anciosamente a reestreia da equipe na nova divisão do Campeonato Brasileiro.