Série D: Apesar da eliminação, volante do Ituano enaltece 'feito maior': o acesso

Para Marcos Serrato a eliminação do Galo justo na semifinal pesou, mas o mais importante era chegar no objetivo maior

por Agência Futebol Interior

Itu, SP, 05 (AFI) - Apesar de ter vencido o jogo de ida por 2 a 0, o Ituano foi surpreendido e acabou tendo o placar devolvido pelo Brusque-SC na segunda partida das semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro e foi eliminado nos pênaltis. Apesar de ter ficado fora da grande final da competição, o volante Marcos Serrato fez questão de valorizou o feito maior, que foi o acesso.

“Claro que fica o gostinho de que poderíamos ser campeões pois temos capacidade. Mas o Brusque acabou levando a melhor, é do futebol. Estamos muito felizes pelo acesso, foi um feito incrível, tenho certeza que todos sabem disso. Fizemos história. Tenho um orgulho gigante por essa conquista com o Ituano”, afirmou o meio-campista, que somou 24 jogos na temporada, com três gols, somando Paulistão e Série D.

Para Marcos Serrato a eliminação do Galo justo na semifinal pesou, mas o mais importante era chegar no objetivo maior
Para Marcos Serrato a eliminação do Galo justo na semifinal pesou, mas o mais importante era chegar no objetivo maior
Marcos Serrato, aliás, revela dupla felicidade. Ao lembrar que recusou propostas para seguir confiante no projeto do Ituano. Mesmo com o fim da disputa da D e com o feito alcançado, o meio-campista quer alguns dias de férias para ‘enfim curtir a família’.

“Foi tudo muito especial, um ano muito bom em todos os aspectos, individuais e coletivos. No Paulistão fizemos boa campanha, vencemos os gigantes e chamamos a atenção. Eu sabia que o clube queria subir, conquistar o acesso. Todos sabem que tive propostas depois do Paulistão, mas fiquei pelo sonho do acesso. Agora quero descansar, enfim curtir a família alguns dias”, finalizou o jogador de 25 anos, com passagens também por Vila Nova, Ponte Preta e Paraná.

Mercado da Bola
Ituano-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Edson, Junior e Pegorari.

  • Laterais

    Breno Lopes, Jonas, Léo Duarte e Pacheco

  • Zagueiros

    Bernardo Schappo, Fellipe, Léo Rigo, Mateus, Ricardo Silva e Suéliton

  • Volantes

    Baralhas, Serrato, Fillipe Soutto e Corrêa

  • Meias

    Gabriel Taliari e Paulinho.

  • Atacantes

    Gui Mendes, Hugo Cabral, Keké, Luiz Paulo, Luizinho e Minho.

  • Técnico

    Vinicius Bergantin