Para Ituano, baixas determinaram a derrota em Mogi Mirim

por Agência Futebol Interior

Itu, SP, 15 (AFI) - Com 7 desfalques, sendo 4 no meio campo e no sistema de marcação, o Ituano conheceu a derrota em Mogi Mirim, por 3 a 0, sábado, pela 14.ª rodada do Campeonato Paulista.

“Não tem como um clube com nosso elenco ficar sem 7 jogadores. É muito difícil recompor uma equipe e jogar do mesmo nível. Tivemos muita dificuldade em marcar a equipe do Mogi Mirim. Eles entraram muito bem no jogo e criaram várias chances” comentou o técnico Mazola Júnior.

Quando o jogo ainda estava 1 a 0, Anderson Ataíde foi lançado e saiu na cara do goleiro. Quando ele tentou fintar, foi tocado pelo Alex Alves. A imagem do Sportv confirma a falta, mas o árbitro Philippe Lombard preferiu mostrar amarelo para o atacante do Ituano por simulação.

“O lance foi decisivo na partida. Foi pênalti em cima do Ataíde que ia originar a expulsão do goleiro do Mogi. Talvez a história seria diferente e pudéssemos equilibrar o jogo. Mas também é bom que se diga que em nenhum momento conseguimos marcar o Mogi, dominar a bola e jogar. O Mogi é um justo vencedor da partida” afirmou Mazola Júnior.

"Vamos trabalhar o retorno destes jogadores. É muita coisa para o Ituano. Foram 7 desfalques”, concluiu.

Roque Jr foi bem
A boa novidade na partida foi boa estréia de Roque Júnior, zagueiro pentacampeão mundial. Com a tarja de capitão, ele orientou o sistema defensivo com os zagueiros Rafael Alves e Rodrigão. Mazola só tem elogios ao pentacampeão

“Um jogador que está há um ano e meio parado. Treinou conosco um mês. Faz um jogo deste. Veio confirmar a nossa insistência para que o Roque voltasse a jogar o futebol profissional. Um jogador deste nível não pode encerrar a carreira aos 33 anos, apesar do dissabor que teve no último clube que jogou. Fiquei muito satisfeito. O que me chama atenção é o nível de profissionalismo do Roque Júnior. Ele vai nos ajudar bastante neste final de campeonato”.

Goleiro elogiado
Além dos zagueiros, o goleiro Saulo mereceu destaque por ter feito duas grandes defesas impedindo um placar mais elástico. Mesmo com a derrota, o Ituano segue no G 4 do Interior. Faltando 5 rodadas, Mazola lembra que não pode perder o foco nesta reta decisiva da competição.

“Vamos trabalhar o retorno destes jogadores nesta semana. É muita coisa para o Ituano. Foram 7 desfalques”. No próximo compromisso no outro domingo na Vila Belmiro contra o Santos, o Ituano deverá ter equipe completa.