Paulista A2: Por nota, Inter de Limeira desmente acusação de manipulação de resultados

Havia rumores de que a partida contra o Água Santa estaria entre as investigadas pela FPF, mas a entidade negou

por Agência Futebol Interior

Limeira, SP, 11 (AFI) - Após ser acusado de manipulação de resultados no duelo diante do Água Santa pela 15ª rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A2, a Inter de Limeira divulgou uma nota oficial negando e desmentindo a questão. Segundo os mandatários do Leão, o clube fez questão de questionar a Federação Paulista de Futebol (FPF) sobre o assunto e a entidade máxima do futebol paulista negou que há qualquer procedimento investigatório.

Confira o ofício enviado pela FPF para a Inter de Limeira
Confira o ofício enviado pela FPF para a Inter de Limeira

CONFIRA A NOTA OFICIAL DIVULGADA PELA INTER DE LIMEIRA
A Associação Atlética Internacional vem a público esclarecer a informação, veiculada pelo site Uol no dia 27 de março - assinada pelos jornalistas Napoleão de Almeida e Ricardo Perrone, de que a partida contra o Esporte Clube Água Santa, disputada em Diadema no dia 24 do mesmo mês, válida pela 15ª e última rodada do Campeonato Paulista da Série A2, estaria entre as investigadas pela Federação Paulista de Futebol por envolver possível esquema de resultado.

Esclarece primeiramente que, mesmo não tendo se manifestado à época, até pelo fato de não ser notificado oficialmente pela FPF ou algum outro órgão que investigasse o jogo, o clube reforça que sempre acompanhou a situação de perto, tendo a diretoria tomada todas as devidas precauções, inclusive solicitando uma investigação junto à entidade sobre tal alegação, para que nada e nem ninguém denegrisse o nome desta instituição centenária de tamanho respeito no cenário do futebol nacional.

Para que tal fato fosse sanado de uma vez, a Internacional protocolou, na última segunda-feira (09), um ofício junta à FPF solicitando informações a respeito da possível investigação. Em resposta ao documento do clube, a entidade, também através de ofício assinado pelo presidente Reinaldo Carneiro Bastos, deu a seguinte resposta:

“Sendo assim, nos servimos da presente para informá-lo que não há nenhum procedimento investigatório envolvendo a partida em questão, sendo equivocada a informação fornecida pela matéria jornalística mencionada”.

Além disso, a doutora Margarete Barreto, Coordenadora Pedagógica da EAFI e Corregedoria interina da Arbitragem, afirmou em e-mail: “Solicitou-se, junto a empresa Sportradar (especialista e líder no seguimento que apura fraudes em eventos de modalidades esportivas), relatório de integridade que apontou que o jogo acima referendado não possui nenhum indício de ter sido manipulado por apostas esportivas, não havendo nenhum indicador que demonstre a ocorrência de fraude”.

Para a Internacional, a informação não causa surpresa, até porque a diretoria do clube trabalha incansavelmente para que a transparência seja um dos marcos desta administração. Além disso, procura manter sempre em dia as obrigações que celebra com todos os funcionários, sobretudo do departamento de futebol, para que eles não se iludam com propostas ilícitas recebidas e acabem comprometendo todo o trabalho.

Por fim, a diretoria afirma que em virtude de tal fato ter prejudicado a busca e o relacionamento com novos parceiros, estuda medidas que levem a uma reparação, tendo em vista o desconforto que referida publicação causou.

Paulo Eduardo de Toledo Barros
Presidente

 
 
" />