Paulista A3: Heroi do acesso da Internacional, Éder Paulista vai ser opção no banco

Éder Paulista superou fratura e marcou os dois gols da virada sobre o Monte Azul na semifinal

por Agência Futebol Interior

Limeira, SP, 19 (AFI) – O destino prega cada peça nas pessoas durante a vida, imagine então quantas reviravoltas acontecem dentro do futebol. Só ver a história recente do atacante Éder Paulista. Heroi do acesso ao marcar dois gols da virada sobre o Monte Azul, por 2 a 1, ele deve ficar na reserva na primeira partida final do Campeonato Paulista da Série A3, sábado cedo, na capital.

O mais incrível é saber a trajetória dele na competição. Mesmo porque logo na segunda rodada ele quebrou a tíbia – osso da perna – na partida contra o São Carlos (a Inter venceu por 1 a 0 em São Carlos) e deu o máximo para se recuperar.

Éder Paulista está feliz por ter dado o acesso à torcida da Internacional. Foto: Edmar Ferreira
Éder Paulista está feliz por ter dado o acesso à torcida da Internacional. Foto: Edmar Ferreira
Ele voltou, justamente, nas semifinais contra o Monte Azul, numa emergência, e brilhou com os dois gols.

RETORNO ANTECIPADO
A previsão dos médicos, após a grave lesão, é de que sua volta aconteceria num prazo maior, de quatro a seis meses. Mas ele voltou em três meses.

Por conta disso, da lesão, da recuperação difícil e dos gols e de garantir o acesso do leão após nove anos fora da Série A2. Não deu para segurar e emoção.

“Chorei mesmo e muito. Não tenho vergonha de dizer. No final do jogo passou tudo rapidamente na minha cabeça. Desde a contusão contra o são Carlos, toda a canseira para minha recuperação e os gols e a vibração ao lado da torcida” – explicou o herói.

QUINTO ACESSO
Aos 26 anos este é seu quinto acesso na carreira e se orgulha de ter feito três gols na temporada. Ele marcou um gol na abertura da competição, na vitória sobre o Paulista de Jundiaí, em casa, por 2 a 0. Muito religioso ele acha que “Deus faz tudo na hora certa” e explica.

“Eu acho que nada acontece por acaso. Quis o destino e Deus que eu não fosse o goleador do nosso time, mas que marcasse gols importantes que me colocam na história do clube. Só tenho a agradecer a todos, aqui dentro do clube, à minha família, amigos, enfim, a todos” – concluiu.

O segundo jogo final será realizado no Limeira, no sábado, dia 27, às 19 horas. Mas não há vantagem ao time de melhor campanha além disso. O campeão vai ser aquele time que somar mais pontos nos dois jogos ou então ter o melhor saldo de gols. Se houve empate nos critérios, o campeão será conhecido na cobrança de pênaltis.

Éder Paulista saiu do banco e fez os dois gols da virada da Internacional sobre o Monte Azul no Limeirão
Éder Paulista saiu do banco e fez os dois gols da virada da Internacional sobre o Monte Azul no Limeirão