Apresentado no Celta, Coudet é chamado de incoerente por presidente do Inter

O treinador argentino disse que seria falta de respeito falar sobre reforços logo em sua chegada

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 17 (AFI) - O presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, não ficou nada satisfeito com uma declaração do argentino Eduardo Coudet em sua apresentação oficial como novo treinador do Celta.

Ao ser questionado pela imprensa sobre a necessidade de reforços, Eduardo Coudet disse que não existe nenhuma negociação em andamento e que seria "falta de respeito" da sua parte falar sobre contratações neste momento.

Eduardo Coudet deixou o Internacional pelas portas dos fundos
Eduardo Coudet deixou o Internacional pelas portas dos fundos
A declaração, porém, irritou o mandatário colorado. Em entrevista a GaúchaZN, Marcelo Medeiros chamou de Eduardo Coudet de incoerente, lembrando que o treinador pedia publicamente a chegada de reforços em praticamente toda entrevista pós-jogo.

"Ele disse que seria um desrespeito com os atletas que ele tem pedir reforços. E aqui, toda a semana, o grupo não era suficiente. Eu gosto das pessoas que têm coerência. Não é porque atravessou o Atlântico que vai mudar a maneira de pensar", afirmou o mandatário colorado.

A falta de contratações por parte da diretoria, inclusive, teria pesado bastante na decisão tomada por Eduardo Coudet em largar o trabalho antes mesmo do final da temporada, quando o Inter estava na liderança do Brasileirão, nas quartas de final da Copa do Brasil e nas oitavas da Libertadores.

Desde a saída de Eduardo Coudet e a chegada de Abel Braga, o Internacional disputou duas partidas e perde ambas: para o América-MG, por 1 a 0, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil, e para o Santos, por 2 a 0, em Santos, pelo Brasileirão.