Após 2 empates, Internacional encara o Ceará no Beira-Rio de olho na liderança

Eduardo Coudet tem dúvidas em relação ao time titular do Inter

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 10 (AFI) - Depois de dois empates seguidos, o Internacional aposta no entrosamento e no jogo coletivo organizado que o levaram à liderança do Brasileirão para superar o Ceará nesta quinta-feira, às 19h15, em casa, no Beira-Rio, e voltar a vencer na competição. O time gaúcho soma 17 pontos e briga pela liderança.

Moisés volta a ficar à disposição. O lateral-esquerdo não atuou contra o Bahia por uma questão contratual, mas também tem pela frente uma suspensão de quatro partidas na Copa Libertadores. Então, é possível que Uendel ganhe uma nova chance entre os titulares de olho no retorno da competição sul-americana na próxima semana.

No ataque, Thiago Galhardo é o grande trunfo para o time voltar a vencer. O meia-atacante é o artilheiro do Brasileirão, com seis gols, além de ter contribuído com três assistências.

Dúvidas na cabeça de Coudet. (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
Dúvidas na cabeça de Coudet. (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)
ELE JOGA?
Resta saber se Galhardo terá a companhia de D'Alessandro ou Marcos Guilherme. O veterano argentino foi o titular na última partida e deve começar entre os reservas. O jovem João Peglow também é uma opção. Ele se recuperou recentemente da covid-19.

Johnny, que deixou o campo com dores na coxa direita diante na rodada anterior, não teve constatada lesão e está liberado para atuar. É provável que siga entre os titulares na proteção da zaga, à frente da dupla formada por Zé Gabriel e Víctor Cuesta, e atrás de Edenilson, Patrick e Boschilia.

NOVIDADE!
Johnny foi acionado porque Rodrigo Lindoso e Musto, que vinham se revezando entre os titulares, viraram desfalques recentemente. Os dois continuam cumprindo protocolo de isolamento por terem sido infectados pelo novo coronavírus.

O argentino Leandro Fernández foi regularizado e será a novidade no banco de reservas, onde também deve estar Abel Hernández. O uruguaio estreou no empate em 2 a 2 com o Bahia e salvou o Inter da derrota, ao tirar uma bola em cima da linha.