Após vitória do Inter, Coudet desabafa: "Me senti mal no último jogo"

O Colorado derrotou nesta quarta-feira o Aimoré pelo placar de 2 a 0

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 29 (AFI) - Nada como um dia após o outro. A vitória por 2 a 0 para cima do Aimoré na tarde desta quarta-feira, deu um novo ânimo ao técnico do Internacional, Eduardo Coudet, que, de cabeça quente, soltou o verbo no sábado passado, no empate com o Esportivo.

O treinador chegou até pedir para sair caso o clube não jogasse em um gramado, na sua visão, com condições de jogo. Agora, o discurso foi outro. Mais leve, desabafou.

AINDA SOBRE O GRAMADO

"Eu sou espontâneo e sincero. Me senti mal no último jogo pois não tinha muita coisa pra fazer. Quando a equipe jogar mal, vou ser o primeiro a falar que jogou mal. Quando não tiver condição mínima pra jogar, não vou culpar os atletas.

É uma forma de pensar ou de sentir o futebol. Eu gosto que as minhas equipes joguem desta maneira, mas seguimos trabalhando para ter uma saída de bola limpa", falou em coletiva de imprensa.

Eduardo Coudet diz que não consegue deixar de ser sincero
Eduardo Coudet diz que não consegue deixar de ser sincero

EM EVOLUÇÃO
Coudet viu evolução na equipe do Inter no último compromisso da fase de classificação do segundo turno do Campeonato Gaúcho, disputado no Morada dos Quero-Queros, CT da base do clube, em Alvorada. O centroavante peruano Paolo Guerrero marcou os dois gols do jogo

"O que mais nos falta é ritmo de jogo. E isso se adquire com as partidas. Nos dois jogos anteriores não podemos dizer que o Inter não correu. Faz 4 meses que estamos correndo. A questão é jogar. Coletivos faz duas semanas que estamos tendo."

DESTACADOS PELO TREINADOR


MISTÉRIO!
Sobre o duelo contra o Esportivo, válido pela semifinal do Segundo Turno do Campeonato Gaúcho, o treinador fez mistério sobre o time que levará a campo."Nós vamos escolher aqueles que vão estar melhor, até para não sofrermos com lesões ou contratempos", concluiu.

Datas, horários e locais ainda serão definidos pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A tendência é que os duelos aconteçam no final de semana, ainda sem a liberação da prefeitura de Porto Alegre para realização dos jogos na cidade.