Emocionado, treinador se despede do Inter: "Vivi uma paixão"

Zé Ricardo não vai permanecer para 2020 e a diretoria deve oficializar a chegada do argentino Eduardo Coudet

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 08 (AFI) - A vitória sobre o Atlético-MG, por 2 a 1, de virada, no Beira-Rio, pela última rodada do Brasileirão, marcou a despedida de Zé Ricardo do Internacional. Contratado para a reta final do campeonato, o treinador será substituído pelo argentino Eduardo Coudet.

Na entrevista coletiva após a partida, Zé Ricardo se mostrou emocionado com o carinho recebido pelos jogadores e funcionários ainda nos vestiários do Beira-Rio. Ele se despede com quatro vitórias, três empates e quatro derrotas.

"Hoje foi um dia de emoção. Muita demonstração de carinho dos atletas, dos funcionários. É difícil você se apaixonar, mas eu vivi uma paixão no Inter. Satisfação em deixar o clube após uma vitória como essa e ter o carinho de todos. Agradecer o presidente, o Rodrigo Caetano (executivo de futebol) e agradecer demais os jogadores", disse Zé Ricardo.

O técnico Zé Ricardo não vai continuar no Internacional em 2020
O técnico Zé Ricardo não vai continuar no Internacional em 2020

TORCEDOR COLORADO
Apesar da rápida passagem - quatro vitórias, três empates e quatro derrotas -, o treinador declarou que a partir de agora será mais um torcedor colorado. Zé Ricardo também acredita que o clube vai brigar por coisas grandes em 2020.

"Já tinha uma admiração pelo Internacional por sua grandeza, por sua história. E isso só aumentou.

Hoje o Inter tem um torcedor que vai acompanhar e, quando não estiver jogando contra, vou torcer. Desejo sorte a nova comissão técnica e tenho certeza que 2020 será muito bom para o clube", comentou Zé Ricardo.

REFORMULAÇÃO

O presidente Marcelo Medeiros não quis confirmar, mas Eduardo Coudet será o treinador do Internacional na próxima temporada. O argentino que estava no Racing-ARG deve ser oficializado a qualquer momento.

Além disso, o elenco colorado vai passar por uma reformulação. O volante Edenilson meia D'Alessandro e os atacantes Paolo Guerrero, Rafael Sóbis e Nico López, por exemplo, estão com os futuros indefinidos.