Herói da vitória do Internacional, Willian Pottker valoriza elenco: “Todo mundo apareceu”

“Nós mostramos que somos um grupos de homens. Tinha tudo para dar errado, com cobrança da torcida e da imprensa", disse

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 10 (AFI) - Pouco aproveitado nesta temporada, o atacante Willian Pottker foi o herói do Internacional na vitória sobre o Fluminense, por 2 a 1, neste domingo à tarde, no Beira-Rio, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele deixou o campo realizado e satisfeito com seu aproveitamento, mas ressaltou a postura positiva dos companheiros.

“Nós mostramos que somos um grupos de homens. Tinha tudo para dar errado, com cobrança da torcida e da imprensa. Mas esta é a realidade da nossa profissão, onde sempre precisamos levantar a cabeça e seguir em frente. Todo mundo apareceu para jogar, pressionando e abrimos a vantagem”, explicou o atacante.

É PRA VOCÊS!
Ele só tinha sido usado em 18 jogos e marcado três gols na temporada. Dois desses tentos haviam saído no Brasileiro, no qual agora contabiliza quatro. No final, emocionado, ofereceu os gols para a família.

“Estes gols vão para a minha filha Valentina e para meu filho Antony, além da minha esposa, porque todos sempre me deram apoio. O primeiro gol eu peguei o rebote, enquanto o segundo demorou para o VAR confirmar, mas depois eu fui comemorar”, revelou.

Na verdade, foram quatro minutos para confirmação do gol, por conta de um suposto toque anterior no braço do zagueiro Victor Cuesta anotado pelo árbitro paranaense Rodolpho Toski Marques, porém, validou após consulta no polêmico VAR.

“Foi importante vencer porque volta a confiança e também retornamos ao G6, que é nosso objetivo para garantir uma vaga na Copa Libertadores", encerrou o atacante colorado.

OUTRAS AVALIAÇÕES
Após a partida, boa parte dos jogadores do Internacional se recusou a conceder entrevista. Entre aqueles que conversaram com os jornalistas, o volante Edenílson foi sucinto.

“O time conseguiu dar mais e vencer, isso eleva a moral. São três pontos importantes”, destacou.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quem também se manifestou foi o atacante peruano Paolo Guerrero.

“Muito bom, nos preparamos bem. Foi difícil ganhar, mas vai ser assim até o final do ano. Temos que nos doar como tem sido, pensar pra frente, isso dá força para o restante da temporada”, salientou antes de comentar a crise na equipe e as reclamações da torcida.

“Eu acho que dedicação, dentro do campo, nunca faltou. Confiança, pode ser. É difícil jogar com estádio em silêncio. Fizemos uma partida boa, ganhamos bem, mostramos intensidade, decaímos um pouco no segundo tempo. Agora é descansar”, encerrou.