Inter revela setores esgotados para final de quarta e revolta sócios sem ingresso

Torcedores que pagam mensalidade para ter a preferência na compra do ingresso não poderão adquirir bilhetes de alguns locais

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 12 - Por intermédio de uma nota nas redes sociais, a diretoria do Internacional divulgou, nesta quinta-feira, que os ingressos das áreas livres do Beira-Rio estão esgotados para o confronto de volta da decisão da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR, na próxima quarta-feira, às 21h30, em Porto Alegre.

Segundo o clube, "todos os lugares foram reservados pelos sócios (as) a partir do check-in aberto na manhã desta quinta-feira". Desta forma, os demais sócios, que pagam mensalidade para ter a preferência na compra do ingresso, não poderão adquirir bilhetes para esses locais. O fato causou revolta de muitos associados nas redes sociais.

Ainda na nota, o Inter divulgou: "Restam apenas ingressos para cadeiras locadas que serão colocados à venda a partir da manhã de sábado na bilheteria do Gigantinho e internet". O clube, entretanto, não divulgou quantos bilhetes serão destinados para este setor e também não informou quantos sócios realizaram o check-in.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional
Foto: Ricardo Duarte / Internacional
A derrota para o Athletico-PR no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, em Curitiba, por 1 a 0, não diminuiu o entusiasmo da equipe colorada, que desembarcou nesta quinta-feira, em Porto Alegre, após o elenco comandado pelo técnico Odair Hellmann realizar um treino regenerativo pela manhã ainda na capital paranaense.

OUTRO FOCO
O time volta a viajar, nesta sexta-feira à tarde, após o treino, para Belo Horizonte, onde vai enfrentar o Atlético-MG, às 11 horas de domingo, no estádio Independência, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Após duas vitórias consecutivas em casa, contra Botafogo e São Paulo, o Inter soma 30 pontos no Brasileiro, em sexto lugar, enquanto o Atlético-MG é o oitavo, com 27. Odair terá dois treinos para preparar uma formação, que não deverá contar com os titulares, poupados para a final com o Athletico-PR, na qual o time gaúcho vai precisar de uma vitória por dois gols de diferença para garantir a taça nos 90 minutos regulamentares.