Copa do Brasil: Peruano não será liberado por Gareca para defender o Inter

O atacante conversou com o treinador, mas não deve conseguir liberação dos amistosos contra Equador e Brasil

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 14 (AFI) – As chances de Paolo Guerrero disputar a partida de volta da semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, são remotas.

A Seleção Peruana de Futebol informou que não pretende atender ao pedido do Internacional para liberar o jogador da próxima data Fifa.

Segundo o jornal peruano Líbero, uma fonte da Federação Peruana garante que a entidade não irá abrir uma exceção para Guerrero, porque isso abriria precedentes para que outras equipes pedissem liberações no futuro.

“Paolo Guerrero será chamado. Por política esportiva, não cedemos nenhum jogador. Se os brasileiros fazem seus torneios sem levar em conta as datas da Fifa, é problema deles”, disse a fonte ao jornal.

GUERRERO FALA COM GARECA
Como o presidente da Federação Peruana, Augustín Lozano, chegou a afirmar que a decisão final é do técnico Ricardo Gareca. Com isso, o jogador chegou a entrar em contato com o treinador.

No entanto, a empreitada parece não ter dado certo. O Internacional já trabalha com a possibilidade de não contar com o jogador para a partida.

A seleção peruana enfrenta Equador e, curiosamente, o Brasil, em amistosos nos dias 5 e 10 de setembro. A partida de volta da Copa do Brasil será no dia 4, no Beira-Rio.

O Inter já venceu o jogo de ida, no Mineirão, por 1 a 0, com boa participação de Guerrero, que cobrou a falta que resultou no gol de Edenílson, no rebote.