Forte em casa, Inter enfrenta o Santos em busca da 1ª vitória como visitante

A grande aposta para o time gaúcho ganhar força fora de casa é a faceta matadora do centroavante Paolo Guerrero

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 26 - Ainda sem vencer como visitante no Campeonato Brasileiro, o Internacional tenta fazer com que o desempenho mostrado no Beira-Rio seja igual longe de casa. Neste domingo, às 16 horas, o time gaúcho encara o Santos, na Vila Belmiro, em duelo da sexta rodada.

O retrospecto jogando como visitante do Inter é ruim. Perdeu para Chapecoense e Palmeiras nos dois jogos que atuou longe de Porto Alegre e esteve muito distante de ser o time forte que é no Beira-Rio, onde venceu os outros três confrontos contra Flamengo, Cruzeiro e CSA. E, por isso, está perto dos primeiros colocados, com nove pontos.

Inter enfrenta o Santos em busca da 1ª vitória como visitante
Inter enfrenta o Santos em busca da 1ª vitória como visitante
"A gente comentou antes de o Brasileirão começar a importância dos jogos fora de casa. Esse é o momento, até pela equipe que é o Santos, toda a badalação em cima do treinador deles", disse o volante Rodrigo Lindoso.

GRANDE APOSTA

A grande aposta para o time gaúcho ganhar força fora de casa é a faceta matadora do centroavante Paolo Guerrero.

O peruano balançou as redes duas vezes na última vitória por 3 a 1 sobre o Paysandu, pela Copa do Brasil, chegou a sete gols em dez jogos e tornou-se o artilheiro do Inter nesta temporada. Curiosamente, a performance de Guerrero acompanha a do time colorado, visto que todos seus gols foram marcados no Beira-Rio.

Para este domingo, o lateral Zeca será desfalque em razão do terceiro cartão amarelo recebido no triunfo sobre o CSA, na rodada anterior, e deve ter seu posto ocupado por Bruno. O zagueiro Rodrigo Moledo, machucado, segue em recuperação. Com isso, Emerson Santos continua no time titular.

DESFALQUES

Rodrigo Dourado e Patrick também permanecem no departamento médico e desfalcam a equipe colorada. Aliás, seus substitutos, Rodrigo Lindoso e Nonato, têm feitos boas apresentações e agradado Odair Hellmann. No meio, é possível que o veterano D'Alessandro ganhe um descanso, abrindo um lugar para Martín Sarrafiore ou Rafael Sóbis.