Inglês: 'Não posso jogar esse jogo', diz Mourinho sobre rumores de saída de Kane

Kane é o artilheiro do Campeonato Inglês ao lado de Salah, com 17 gols, e tem 13 assistências

por Agência Estado

Campinas, SP, 03 - O técnico do Tottenham, o português José Mourinho, não quis sequer entrar no assunto da possível saída da principal estrela da equipe, o centroavante Harry Kane, na próxima janela de transferências. O jogador é alvo de especulações do Real Madrid e do Manchester City e, recentemente, deixou o futuro em aberto, dizendo que irá defini-lo após a Eurocopa deste ano.

"Eu não posso jogar esse jogo. Eu tenho que focar no que ele é para nós. É claro que eu estou sempre satisfeito com meus jogadores quando eles vão para jogos de seleções, mas eu não posso jogar esse jogo (de especulações)", disse Mourinho.

O técnico não demonstrou preocupação com a situação. "Eu posso focar apenas no que ele faz por nós e o esforço que ele colocou para nós contra o Aston Villa, o esforço que fez pela Inglaterra, e a partida contra o Newcastle, se ele jogar bem ou não, ele estará lá pelo time".

Treinador não está feliz com os rumores de saída do artilheiro
Treinador não está feliz com os rumores de saída do artilheiro
Kane é o artilheiro do Campeonato Inglês ao lado de Salah, com 17 gols, e tem 13 assistências. Além disso, também tem a chance de ganhar o primeiro título como profissional no próximo dia 25, quando o Tottenham enfrenta o Manchester City pela final da Copa da Liga Inglesa.

"Não, eu quero que Harry esteja conosco como ele tem estado. Eu quero que Harry repita contra o Newcastle o mesmo desempenho que teve contra o Aston Villa, o mesmo desejo, espírito de time, a liderança, e eu sei que terei isso. Ele tem uma final para jogar, ele tem jogos do Campeonato Inglês para lutar por cada ponto, então ele tem a Eurocopa com a possibilidade de jogar a final em Wembley. Ele tem que estar feliz pelo momento que está vivendo", afirmou Mourinho, que ainda ressaltou que o Tottenham não depende mais de si para se classificar para a próxima Liga dos Campeões da Europa.