INGLÊS: Liverpool supera City por 3 a 1 e abre nove pontos sobre rival no topo

Com gols de Fabinho, Salah e Mané - Bernardo Silva descontou -, o detentor do título continental chegou aos 34 pontos

por Agência Estado

Campinas, SP, 10 - Se não conquista o título inglês há quase três décadas, o Liverpool deu sinais claros, neste domingo, de que este jejum pode estar muito próximo do fim. Jogando em casa, o time treinado por Jürgen Klopp superou seu maior rival no momento e atual bicampeão, o Manchester City, por 3 a 1, e ficou nove pontos à frente do adversário.

CLASSIFICAÇÃO

Com gols de Fabinho, Salah e Mané - Bernardo Silva descontou -, o detentor do título continental chegou aos 34 pontos, abrindo oito de vantagem para o segundo colocado, que agora é o Leicester. Antes da 12.ª rodada, era o City que ocupava esta posição. Ultrapassado ainda pelo Chelsea, que tem os mesmos 26, o time de Pep Guardiola caiu para o quarto lugar na classificação, com 25 pontos.

Espaço incorporado por HTML (embed)

LANCE POLÊMICO

O gol inaugural do Liverpool no Anfield Road saiu em lance bastante controverso, logo aos cinco minutos. O brasileiro Fabinho fez um golaço, batendo firme de fora da área, aproveitando rebote da zaga rival, mas o início do lance acabou gerando uma consulta da arbitragem ao VAR.

O suposto pênalti que teria sido cometido no início da jogada, em toque de mão de Alexander-Arnold, porém, foi rechaçado e o jogo seguiu com vantagem para o time da casa.

LIVERPOOL AMPLIA

Não demorou para o Liverpool se aproveitar do abatimento que acometeu o adversário e, aos 12, Salah, de cabeça, completou jogada que começou com virada de jogo espetacular de Alexander-Arnold para a esquerda, onde encontrou Robertson. Este cruzou para o egípcio ampliar o placar.

O City ainda acertaria uma bola na trave com o lateral-esquerdo Angeliño, em jogada interceptada com precisão por Van Dijk, mas os donos da casa foram para os túneis que dão acesso aos vestiários com uma dianteira considerável.

3 A 0

Tal tranquilidade aumentaria logo no início da segunda etapa. Outra vez aos cinco minutos, em jogada construída pela direita e com último passe de Henderson, Sadio Mané surgiu inteiramente livre no segundo pau para cabecear para o gol de Claudio Bravo, que ainda tocou na bola, mas não evitou o terceiro gol vermelho, aos 6 minutos.

MANCHESTER CITY DIMINUI E PRESSIONA

Mesmo bem atrás no marcador e já com Gabriel Jesus em campo, a equipe de Manchester não mostrou abatimento e continuou buscando diminuir a diferença. Até que aos 32, Bernardo Silva aproveitou cruzamento da esquerda de Angelino para fazer o primeiro dos visitantes.

O duelo continuou eletrizante até o fim, com Guardiola reclamando muito da arbitragem na área técnica - pediu um pênalti em Sterling - e seus comandados perdendo boas chances de gol dentro das quatro linhas. Na melhor delas, aos 34, Gabriel Jesus perdeu o tempo de bola e deixou de concluir ótimo passe de letra de De Bruyne.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, após a parada para amistosos internacionais de seleções, o City tentará diminuir os nove pontos de desvantagem que tem agora para o Liverpool. Enquanto terá pela frente o Chelsea, no sábado, 23, no Emirates Stadium, terá de torcer contra o rival, que visita o Crystal Palace no mesmo dia.

Confira os resultados da 12ª rodada
Norwich City
0
x
2
Watford
Chelsea
2
x
0
Crystal Palace
Burnley
3
x
0
West Ham
Newcastle
2
x
1
Bournemouth
Southampton
1
x
2
Everton
Tottenham
1
x
1
Sheffield United
Leicester City
2
x
0
Arsenal
Manchester United
3
x
1
Brighton
Wolverhampton
2
x
1
Aston Villa
Liverpool
3
x
1
Manchester City
Próxima RodadaVeja a Classificação!