Após mais uma derrota, experiente técnico pede demissão de lanterna da Série C

Ao todo, Estevam Soares fez cinco jogos no comando do Imperatriz-MA e perdeu todos

por Agência Futebol Interior

Imperatriz, MA, 09 (AFI) - Durou exatamente 32 dias a passagem do técnico Estevam Soares pelo Imperatriz-MA. Após cinco jogos e cinco derrotas na Série C do Campeonato Brasileiro, o comandante entregou o cargo logo nas primeiras horas desta sexta-feira (09), horas depois da derrota para o Treze-PB, pelo placar de 4 a 1.

Ao lado de Estevam, também foi desligado seu auxiliar e analista de desempenho, Lucas Matheus. O diretor de futebol, Marcelo Lucas da empresa JB Sports se desvinculou do clube, com isso o comando do futebol volta a ser dirigido pela própria diretoria. O vice-presidente Rodrigo Oliveira volta a ser o gestor de futebol e irá trabalhar na busca por um novo técnico.

Estevam Soares pede demissão do Imperatriz-MA na Série C
Estevam Soares pede demissão do Imperatriz-MA na Série C
Ao todo, em cinco jogos disputados, todos com derrotas, o Imperatriz sofreu 16 gols sobre o comando de Soares e marcou apenas três. Atualmente, a equipe aparece na lantera do Grupo A com apenas um ponto somado e precisará de uma reação imediata para não ser rebaixado para a Série D de 2021. A equipe maranhense está a sete pontos do Botafogo-PB, que tem oito e está na nona colocação.

Ainda em busca de um novo técnico, o Imperatriz volta a campo neste domingo (11), para enfrentar mais uma vez o Treze-PB, desta vez em casa, no Estádio Frei Epifânio, às 18h, pela 10ª rodada da competição nacional.

CARREIRA
Estevam Sores fez boa campanha da Série C de 2015, quando perdeu o acesso para o Vila Nova-GO enquanto defendia a Portuguesa-SP. Também na cidade de São Paulo, classificou o Palmeiras à Libertadores da América de 2005. Como jogador, foi campeão brasileiro com o São Paulo, em 1977, e nacional com o Sport, em 1987.

Ainda dirigiu Inter de Limeira, ABC, URT, Guarani, América-RN, CSA, Ponte Preta, Náutico, CRB, Gama, São Caetano, Coritiba, Grêmio Barueri, Guaratinguetá, Botafogo, Ceará, São Bernardo, Oeste, XV de Piracicaba, Atlético Sorocaba, Rio Claro, Tupi, Bragantino, Vitória da Conquista e Itumbiara, entre outros.