Série B: Guaratinguetá desiste de contratar novo treinador

O último comandante que passou pelo Guará foi o retranqueiro Leandro Campos

por Agência Futebol Interior

Guaratinguetá, SP, 29 (AFI) - Oito pontos separam o Guaratinguetá da zona de rebaixamento da Série B do Brasileiro. Mesmo em situação complicada e correndo risco de cair para a Série C, a diretoria já anunciou que não vai contratar um novo treinador para o restante da temporada, mesmo porque faltam apenas mais sete rodadas para o fim do campeonato.

Com 40 pontos, na 12ª colocação, o Guará tem um jogo a mais que Atlético-GO e Paysandu, que estão na zona de rebaixamento e entram em campo nesta terça-feira. Apesar de se mostrar preocupado com o risco de degola, o dono do Guaratinguetá, Sony Dauer (foto), acredita que não existe tempo para um treinador chegar e conseguir incorporar seu método de trabalho no elenco.

"Não vamos mudar nada. Não é hora de fazer mudanças, procurar pessoas. Até tentamos trazer alguns técnicos, mas acreditamos que o que temos aqui tem qualidade para dar continuidade ao trabalho. Se você traz um novo treinador, ele precisa de três, quatro rodadas de adaptação", afirmou Dauer em entrevista à Rádio Piratininga.

O último treinador que passou pelo Guaratinguetá foi Leandro Campos, demitido após a derrota para o Icasa, por 3 a 2, na 27ª rodada. De forma interina, Altair Ramos comandou o time na vitória sobre o São Caetano, por 3 a 2, e Carlos Otávio esteve no banco de reservas na derrota para o Palmeiras, por 1 a 0.

Nas últimas três rodadas (empates Oeste e Boa Esporte e vitória sobre o Oeste), quem esteve no banco de reservas foi Betinho. Ele comandará novamente o Guaratinguetá no próximo sábado, contra a Chapecoense, às 16h20, no Estádio Dario Rodrigues Leite, pela 33ª rodada. O zagueiro Pedro Paulo, o lateral-direito Murilo e o volante Júlio César retornam depois de cumprirem suspensão automática.

 
 
" />