Guarani traça meta para garotos da base no elenco profissional em 2020; veja

Bugre prevê 25% dos atletas do plantel principal oriundos do Brinco de Ouro da Princesa

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 25 (AFI) - Após a pandemia do coronavírus e a consequente retomada das competições, o Guarani projeta cerca de 25% do elenco profissional formado por crias das categorias de base.

O Bugre quer ter em torno de 32 atletas sob comando do técnico Thiago Carpini para sequência do Campeonato Paulista e início da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo oito revelados no Brinco de Ouro da Princesa.

Guarani projeta espaço para categorias de base em 2020 - David Oliveira / Guarani FC
Guarani projeta espaço para categorias de base em 2020

O plano do Conselho de Administração é ajudar a reduzir a folha salarial, impactada pela crise econômica atual, mas sem perder qualidade e ainda valorizar o próprio patrimônio no mercado, cujo maior objetivo é a negociação de parte dos direitos econômicos.

Atualmente, o plantel do Alviverde tem dez jogadores da base: os goleiros Carlão e Lucas Cardoso; o zagueiro Victor Ramon; os laterais-esquerdos Bidu e Eliel; o volante Pedro Acorsi e os atacantes Mateusinho, Renanzinho, Wermeson e Matheus Souza.

Na atual temporada, ao longo dos dez compromissos oficiais, apenas Bidu e Mateusinho tiveram minutagem em campo.

O lateral-esquerdo, no radar do Santos, foi titular nas seis primeiras rodadas, enquanto o atacante entrou no segundo tempo de três partidas.