Especial Interior: Guarani sofre na pandemia, perde peças importantes, mas se reforça

A direção aguarda liberação da Prefeitura para fazer a intertemporada em Campinas, senão vai treinar em Americana

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - Brigando pela classificação no Campeonato Paulista, o Guarani vai brigando contra crise causada pelo novo coronavírus. O clube campineiro perdeu peças importantes e tentou reforçar seu elenco.

Saíram o lateral-esquerdo Thallyson, o zagueiro Vitor Mendes, o meia Bady e os atacantes Júnior Todinho e Juninho Piauiense. O zagueiro Leandro Almeida também está de saída.

Chegaram o zagueiro Didi (ex-Botafogo-SP) e o meia Arthur Rezende (ex-Bahia). O zagueiro Walber, do Athletico-PR, está próximo de chegar.

“Estas mudanças são pontuais, feitas dentro da realidade financeira do clube. O nosso grupo de jogadores é bom”, atestou o técnico Thiago Carpini.

Guarani vem passando por momento delicado
Guarani vem passando por momento delicado
EM CAMPINAS...
A direção aguarda liberação da Prefeitura para fazer a intertemporada em Campinas, se não vai treinar em Americana. A situação financeira é delicada. Antes os salários estavam em dia, mas agora o clube está com quase dois meses de salários atrasados.

Vice-líder do Grupo D, com 16 pontos – um atrás do classificado Red Bull Bragantino – o Guarani está virtualmente classificado, porque tem cinco pontos de vantagem em ima de Corinthians e Ferroviária. Vai sair contra o Botafogo e receber o São Paulo.