Bidu, lateral do Guarani, no Santos? Veja o que o FI sabe sobre o tema

Promessa da base, lateral-esquerdo tem contrato com o Bugre até 28 de março de 2022

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 24 (AFI) - Bidu, uma das principais promessas do Guarani, entrou de vez no radar do Santos para sequência da temporada.

De acordo com o jornalista Lucas Musetti, Peixe busca uma sombra para Felipe Jonatan, titular absoluto neste ano, e monitora o lateral-esquerdo do Bugre e Jefferson Murillo, do América de Cali (COL).

De acordo com apuração do Portal Futebol Interior, não houve, por enquanto, nenhum tipo de sondagem ou contato com o representante ou próprio Alviverde.

NA BAIXADA...

O Alvinegro quer uma nova opção à ala, haja vista Romário, emprestado ao Mirassol no Campeonato Paulista, estar descartado por Jesualdo Ferreira.

Na base, há Alan Cardoso e Lucas Sena como opções, mas nenhum empolgou, sem contar as improvisações de Luan Peres, Diego Pituca e Jean Mota.

Bidu, do Guarani, entra é monitorado pelo Santos - David Oliveira / Guarani FC
Bidu, do Guarani, entra é monitorado pelo Santos
Vale pontuar que a diretoria está proibida pela Fifa de efetuar novas contratações por conta de dívida contraída na compra de Cléber Reis, hoje emprestado à Ponte Preta - a dívida gira em torno de R$ 26 milhões com o Hamburgo (ALE).

Segundo dados obtidos no Comitê de Gestão, o foco principal é resolver a pendência envolvendo o defensor - está em vias de chegar em um consenso a respeito do assunto.

Por isso, a cúpula santista estagnou todas as possibilidades de contratações e entender ser viável interromper todas as tratativas até por não ter mais a sinalização de retomada das competições, criando, portanto, um cenário bem obscuro.

Um cartola admitiu, ao Portal Futebol Interior, interesse em Bidu no passado, mas garantiu que tudo, até o momento, está paralisado.

"Bidu é um jogador que goza de prestígio da comissão técnica, da nossa diretoria de futebol e da análise de desempenho também. Hoje não tem absolutamente nada", pontuou um dos dirigentes com alta influência na gestão do presidente José Carlos Peres.

DEDO

Bidu foi indicado ao Santos por meio de Márcio Zanardi, em março de 2019. O comandante, desligado do Peixe em fevereiro de 2020, trabalhou com o garoto em Campinas.

Juntos, chegaram à semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, torneio do qual foram eliminados pelo São Paulo.

"Eu indiquei, sim, o Bidu na minha chegada ao Santos em março de 2019. Eles iriam avaliá-lo", declarou Zanardi, em contato com a reportagem.

SAIBA MAIS

O Conselho de Administração do Guarani, antes da pandemia do coronavírus, tinha expectativa de maior valorização de Bidu nos torneios oficiais e a consequente negociação de parte do passe na sequência da temporada até para honrar os compromissos salariais.

Após sucesso na Copinha, o então presidente Palmeron Mendes Filho fixou multa rescisória de R$ 8 milhões para o mercado nacional e 20 milhões de euros - R$ 116 milhões pelo câmbio atual - ao exterior.

O time campineiro é dono de 60% dos direitos econômicos do jogador, vinculado até março de 2022.

Promovido ao elenco profissional na temporada anterior, o garoto soma dez participações oficiais e um gol marcado pelo clube campineiro.

Nesta edição do Campeonato Paulista, camisa 20 foi titular nas seis primeiras rodadas na vaga de Thallyson, mas perdeu a posição graças à lesão muscular.