Antecipação de cota da CBF garante salário em dia no Guarani por mais um mês

Por crise provocada pelo Covid-19, Bugre recebe R$ 600 mil referente à Série B

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - A antecipação de uma das cotas da Série B do Campeonato Brasileiro, no valor de R$ 600 mil, representa alívio parcial aos cofres do Guarani.

Com verba a ser depositada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda nesta semana, Bugre praticamente quita uma folha salarial do elenco, sem necessidade de outras fontes de renda ou até empréstimos bancários.

Com cota da CBF, Guarani ganha alívio parcial - David Oliveira / Guarani FC
Com cota da CBF, Guarani ganha alívio parcial

Em 2020, o montante destinado pelo Conselho de Administração ao futebol profissional gira em torno de R$ 650 mil - o teto salarial é na casa de R$ 60 mil.

A princípio, time campineiro está com as contas em dias perante jogadores e funcionários do Brinco de Ouro da Princesa - tudo foi acertado há, aproximadamente, três semanas.

Nos próximos dias, Alviverde vai quitar pagamento do mês março de forma integral. A partir de abril, entretanto, o cenário ainda é nebuloso em relação a possível corte nos vencimentos de todos os profissionais.