Guarani informa procedimento para quem comprou ingresso antecipado no Dérbi 196

Com clássico campineiro sem público, Bugre registrou prejuízo superior a R$ 17 mil

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - Em comunicado emitido pela assessoria de imprensa nesta quarta-feira, o Guarani informa os procedimentos a serem adotados pelo torcedor que comprou ingresso antecipado para o Dérbi 196, disputado na última segunda-feira.

O clássico campineiro não teve presença de público, em virtude da pandemia do coronavírus, por determinação da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas e da Federação Paulista de Futebol.

EMPRESÁRIA DE R10 TEM PRISÃO DECRETADA


O QUE FAZER?

O torcedor bugrino pode optar por trocar o bilhete adquirido por um com acesso a um jogo em Campinas - com portões abertos - no prazo de até seis meses, após o reinício das competições. Outra alternativa é fazer valer o ressarcimento do valor investido.

O bugrino pendente ao reembolso tem prazo de 30 dias, a partir de 06 de abril, para se dirigir à secretaria do clube, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, munido do(s) ingresso(s) adquirido(s) - a numeração da entrada será checada.

O torcedor vai ter de preencher um requerimento de reembolso, informando alguns dados, tais como: conta bancária para o depósito da grana.

Guarani informa procedimento para quem comprou ingresso ao dérbi
Guarani informa procedimento para quem comprou ingresso ao dérbi
MAIS DETALHES

Vale destacar que, segundo nota do Bugre, o ticket referente aos patrocinadores não serão devolvidos.

Em momento financeiro delicado, o clube campineiro ainda pede a compreensão dos torcedores para que faça a troca de ingresso para os próximos jogos.