Paulistão: Por mudança do Dérbi 196, torcida organizada do Guarani pressiona diretoria

Clássico campineiro está agendado para 16 de março, segunda-feira, às 20h, no Brinco de Ouro, com torcida única

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 10 (AFI) - A Fúria Independente, principal torcida organizada do Guarani, cobra postura mais ativa da diretoria na luta por alteração da data do Dérbi 196, inicialmente agendado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para 16 de março, segunda-feira, às 20h, no Brinco de Ouro da Princesa.

Em comunicado emitido nesta segunda-feira pela manhã, nas redes sociais, os bugrinos ensaiam coro por mobilização geral e exigem pronunciamento oficial por parte dos membros do Conselho de Administração.

A ideia é que o clássico campineiro, disputado por torcida única em virtude de determinação do Ministério Público, aconteça no sábado (14) ou no domingo (15).

CONFIRA A CARTA ABERTA DA FÚRIA INDEPENDENTE:

"Viemos por meio deste relatar a insatisfação de toda a nação bugrina com a data do dérbi. No dia 26 de dezembro de 2019, foi divulgado a tabela do Campeonato Paulista, quando tivemos a surpresa do maior clássico do interior do Brasil ser marcado para o dia 16 de março (segunda-feira).

Torcida do Guarani pressiona diretoria por mudança do Dérbi 196 - David Oliveira / Guarani FC
Torcida do Guarani pressiona diretoria por mudança do Dérbi 196

Mais uma vez, a FPF mostrou o total descaso com os times do interior. Desde então, toda a torcida bugrina vem mobilizando-se para que ocorra a alteração na data do mesmo.

Uma campanha foi lançada nas redes sociais e tomou grande proporção, mas o que nos chama atenção é que, em nenhum momento, a diretoria do Guarani Futebol Clube se pronunciou oficialmente.

Tal ação nos leva a várias conclusões, entre elas, que o jogo foi estrategicamente marcado para um dia após as eleições do novo Conselho de Administração, ou seja, seria uma data previamente pensada levando em consideração que essa diretoria atual jamais venceu um dérbi?

Infelizmente, estamos vendo mais uma vez a 'importância' de um dérbi para essa diretoria, bem como a "preocupação' que a mesma tem com a sua torcida, pois manter-se calado diante de um dérbi que acontecerá na segunda-feira é totalmente fora do contexto. Não existe lógica em manter essa data!

Enfim, nós, no papel de principal Torcida Organizada, exigimos um posicionamento oficial da atual diretoria, assim como viabilizar a mudança de data. Nós, sim, sabemos a importância de um dérbi para a Família Bugrina e não vamos nos calar!".

FICA A DICA

Os torcedores bugrinos se apoiam no episódio do ano passado para embasar a tese de modificação do clássico.

O Dérbi 194, por exemplo, válido pelo primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro, foi marcado pela CBF para sábado, 10 de agosto, às 11h, no Estádio Moisés Lucarelli.

A torcida da Ponte Preta, por sua vez, se mobilizou e a diretoria, nos bastidores, conseguiu transferir o jogo para o dia seguinte, domingo, 11, no mesmo horário - curiosamente, a data marcou a celebração de 119 anos de fundação da instituição e o Dia dos Pais.

O motivo da alteração, segundo comunicado no site oficial da CBF, à época, foi ajuste na grade de programação para a transmissão do SporTV, detentor dos direitos econômicos.

O clube, por outro lado, emitiu nota confirmando que encampou a causa da coletividade pontepretana para transferir o confronto pelo fato de muitos torcedores trabalharem no sábado.

"Muitos torcedores pontepretanos entraram em contato com a diretoria alvinegra porque não poderiam ir ao jogo na manhã de sábado por estarem trabalhando, solicitando que a Macaca pedisse a mudança para o domingo".

REDES SOCIAIS

Logo na primeira semana de janeiro, com a #MudaODérbi, torcedores do Guarani se mobilizaram nas redes sociais para forçar alteração da data do clássico.

Inclusive, alguns tomaram frente do projeto e iniciam campanha de abaixo-assinado, por enquanto, sem sucesso.