Série B: Após confirmação de Carpini, Guarani foca em contratar executivo; veja nomes

Presidente bugrino tem em pauta três profissionais para 2020: Felipe Albuquerque, Jorge Macedo e Michel Alves

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 26 (AFI) - A efetivação de Thiago Carpini como treinador é o primeiro passo concluído pelo presidente Ricardo Miguel Moisés no planejamento do Guarani para 2020.

Depois de definir o responsável à frente do banco de reservas, o foco do mandatário é acertar a contratação do novo executivo de futebol até quarta-feira, a fim de antecipar a montagem do elenco de olho no Campeonato Paulista.

Com o fracasso nas negociações junto a Sidiclei Menezes, tido como favorito para assumir o Departamento de Futebol, o Bugre trabalha em três frentes: Jorge Macedo, Michel Alves e Felipe Albuquerque.

JORGE MACEDO:

O profissional, contatado pelo presidente no domingo, veio à pauta alviverde no final de semana. De acordo com informações recebidas pela reportagem do Portal Futebol Interior, houve, sim, uma conversa superficial entre as partes.

O cartola demonstrou interesse em assumir o time campineiro no próximo ano, mas a iminência da assembleia de sócios, em 02 de dezembro, atrapalha as negociações - o atual Conselho de Administração pode ser destituído na próxima semana em virtude de supostas irregularidades.

Ricardo Moisés quer definir executivo até quarta-feira - David Oliveira / Guarani FC
Ricardo Moisés quer definir executivo até quarta-feira
Ainda não há, neste momento, nenhuma possibilidade de o gaúcho viajar ao interior paulista para tentar bater o martelo. Enquanto isso, Jorge Macedo faz curso de gestão junto à CBF - ele está livre no mercado desde março, quando foi desligado do Vitória.

A partir de então, utilizou o período sabático para estudar no Instituo Cruyff e na Federação Argentina de Futebol (AFA), além de visitar vários clubes de fora do Brasil.

MICHEL ALVES:

O ex-goleiro está livre no mercado depois de deixar o Cuiabá, juntamente do ex-técnico Itamar Schulle.

No Dourado, faturou o Campeonato Matogrossense em abril e foi o chefe pela montagem do plantel, o qual conseguiu evitar qualquer possibilidade de rebaixamento na Série B com várias rodadas de antecedência, meta prioritária.

Indicado por pessoas próximas ao clube, Michel é bem avaliado pela diretoria e foi sondado no último final de semana pelo Guarani.

FELIPE ALBUQUERQUE:

Atualmente no Paysandu, clube com o qual tem vínculo até o próximo ano, Felipe está no radar e surge com um dos favoritos para assumir o Departamento de Futebol.

O dirigente desembarcou em Belém em dezembro do ano passado e foi o responsável pela montagem do elenco bicolor de olho no Paraense, Copa Verde e Série C, competição na qual não alcançou o acesso nas quartas de final.

Em sua gestão, o Papão contabilizou três treinadores: João Brigatti, demitido ainda no Estadual, Léo Condé e Hélio dos Anjos, garantido no cargo para a próxima temporada.

Na 'Era Albuquerque', time do Norte contratou mais de 30 atletas - uma parte já renovou para o ano seguinte, mas o executivo tem futuro incerto em Belém.