Torcida do Guarani cria evento no Facebook para apoiar delegação antes do Dérbi 194

Bugrinos vão se concentrar em frente ao Brinco de Ouro às 11h45 do próximo sábado, véspera do clássico

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - Proibida de participar efetivamente do Dérbi 194, por do Ministério Público de São Paulo (MP - SP), a torcida do Guarani se organiza para transmitir apoio ao elenco antes do reencontro com a rival Ponte Preta, no próximo domingo, 12, no Estádio Moisés Lucarelli, às 11h, em duelo válido pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em evento criado no Facebook, os bugrinos se organizam para comparecer no Brinco de Ouro da Princesa, palco do último treinamento antes do clássico, por volta das 11h45. Lá, torcedores vão levar instrumentos em alusão ao clube e cantar alto antes do ônibus deixar o estádio e partir à concentração.

Nas redes sociais, torcedores se organizam para apoiar o Guarani antes de Dérbi 194 - Arte: Pedro Tonelo
Nas redes sociais, torcedores se organizam para apoiar o Guarani antes de Dérbi 194

A expectativa da torcida é que a diretoria libere alguns minutos da atividade para que a 'química' entre as partes seja melhor.

Embora os cartolas alviverdes não tenham se manifestado sobre o assunto, tal fato dependeria de liberação da Polícia Militar - afinal, situação idêntica pode acontecer com a Ponte Preta, que deve treinar no Majestoso no mesmo período e com 'despedida' da torcida, aumentando a possibilidade sobre um conflito nas imediações da Avenida Ayrton Senna da Silva.

RECORRENTE

Desde o reencontro de Ponte e Guarani em maio de 2018, os dérbis são disputados com torcida única, algo visto nos três clássicos desde então - dois no Moisés Lucarelli e um no Brinco de Ouro.

O histórico recente de confusão entre as organizadas nos quatro cantos de Campinas e até fora da cidade com outras torcidas.

INCERTEZAS

O clima de mistério toma conta do Bugre, algo até natural em semanas pré-dérbi. A única atividade totalmente aberta à imprensa foi na segunda-feira. Apenas o aquecimento será liberado na terça e quarta.

Entre quinta, sexta e sábado, treinos serão 100% fechados, mantendo o mistério em relação à escalação de Roberto Fonseca para o clássico local.