Contra Palmeiras, Guarani completa trinca de vitórias diante do trio de ferro em 2019

Dos grandes de São Paulo, Bugre só perdeu para o Santos de Sampaoli

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 04 (AFI) - O Guarani completou nesta quarta-feira a terceira vitória contra os três grandes clubes da capital do estado na temporada 2019. Corinthians, São Paulo e Palmeiras não sabem sequer o que é empatar com o Bugre neste ano.

Se ampliarmos um pouco mais o leque e incluímos o Santos, aí o aproveitamento de 100% cai para 75%. O Peixe de Jorge Sampaoli foi o único dos quatro grandes do Estados que conquistou pontos contra o Alviverde campineiro.

No Brinco, Bugre ganhou do Timão. (Foto:Letícia Martins/GuaraniPress)
No Brinco, Bugre ganhou do Timão. (Foto:Letícia Martins/GuaraniPress)

O primeiro encontro veio logo na segunda partida da temporada e a primeira no Brinco de Ouro. O atual campeão paulista, Corinthians, saiu na frente com Gustagol, mas a virada do Guarani aconteceu ainda no primeiro tempo com gols de Diego Cardoso e Rondinelly.

Uma semana depois foi o momento de viajar à capital e pegar o São Paulo, no Pacembu Logo aos dois minutos, William Matheus abriu o placar, e o Tricolor esbarrou em grande atuação do goleiro Klever, que impediu a recuperação dos donos da casa.

Em fevereiro, o encontro contra o Peixe, também no Pacaembu, foi o mais doloroso. Jean Mota, duas vezes, e Rodrygo fizeram os gols da vitória por 3 a 0.

Nesses três encontros, o Bugre era comandado pelo técnico Osmar Loss. Ainda no Paulista, no entanto, ele foi demitido após derrota para a Ponte Preta.

Como estava no mesmo grupo do Palmeiras e não se classificou para a segunda fase do estadual, o encontro contra o Alviverde da capital parecia que não ocorreria neste ano.

No entanto, bastou a parada da Copa América para que as diretorias organizassem esse amistoso disputado na última quarta-feira.

Guarani virou contra o Palmeiras. (Foto: Letícia Martins/GuaraniPress)
Guarani virou contra o Palmeiras. (Foto: Letícia Martins/GuaraniPress)

Edu Dracena tratou logo de colocar a lei do ex em prática e deixou o Verdão com a vantagem durante toda a primeira etapa. No entanto, no segundo tempo a virada ocorreu. Diego Cardoso e Bady garantiram a vitória do Guarani.

O torcedor mais otimista vai comemorar o feito diante de adversários tão fortes. Já aqueles mais pessimistas dirão que de nada adiantou vencer o Timão e o Tricolor Paulista no estadual sendo que a vaga para o mata-mata não veio e ganhar agora do Verdão e estar na penúltima posição da Série B. Mas de fato, esse triunfo serve, no mínimo, como motivação para um elenco que estava tão desmotivado.