Promotor "desmente" presidente do Guarani e confirma torcida única contra grandes

"Jogos envolvendo Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras, Ponte e Guarani, torcida única”, disse

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 04 (AFI) - O presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, havia informado nesta sexta-feira que o clube tinha conseguido reverter a situação e que a torcida poderia assistir os jogos fora de casa diante de Santos, São Paulo, Corinthians e Palmeiras. A informação, porém, foi negada pelo Promotor de Justiça Paulo Castilho, que reafirmou que os jogos serão com torcida única.

“Não procede. São duas situações. Primeira, as torcidas estão liberadas para adentrarem aos estádios com faixas, bandeiras e instrumentos musicais; segunda, jogos envolvendo Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras, Ponte e Guarani, torcida única”, disse o promotor à Rádio Bandeirantes de Campinas.

NOTA OFICIAL DO GUARANI

Após a negativa, o Guarani publicou em seu site oficial dois ofícios, datados de 18 de dezembro e outro de 2 de janeiro. Segundo o que diz o Promotor, porém, esses ofícios são de assuntos diferentes. O mais antigo aponta que os jogos realizados entre os quatro grandes de São Paulo, além de Guarani e Ponte Preta, serão com torcida única.

Promotor reafirma proibição da torcida do Guarani diante dos 4 grandes
Promotor reafirma proibição da torcida do Guarani diante dos 4 grandes

O ofício mais recente é sobre a entrada da torcida portando faixas, bandeiras, instrumentos musicais. A liberação foi apenas para isso e não anula a determinação dos jogos com torcida única.

GUARANI VAI ATRÁS

Ainda na nota oficial, o Guarani afirmou que "representantes do Conselho de Administração estarão presentes na Federação Paulista de Futebol e no Ministério Público de São Paulo para esclarecer esta situação".

CONFIRA A NOTA OFICIAL DO GUARANI E OS OFÍCIOS

 
 
" />