Árbitro cita ‘golpe no rosto’ como motivo da expulsão de jogador do Guarani

Na noite desta sexta-feira, o Bugre perdeu por 1 a 0 do São Bento e reclamou muito da falta, que acabou com gol de Luizão

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) – Os bugrinos saíram de campo após a derrota por 1 a 0 para o São Bento irritados com a arbitragem. Rodrigo Carvalhaes de Miranda marcou uma falta aos 48 minutos do segundo, que terminou em gol de Luizão e expulsão de Felipe Rodrigues. Na visão, dos atletas da equipe campineira o juiz devia ter deixado o jogo seguir, invés de apitar a inflação.

Em súmula, Rodrigo de Miranda explicou o motivo que o levou a mostrar o cartão vermelho para Felipe Rodrigues: “Por golpear o rosto de seu adversário de nº 11, o Sr Valmir Aparecido Franci de Campos Junior de forma temerária na disputa de bola. O mesmo não precisou de atendimento médico.”

Um dos jogadores mais exaltados foi Matheus Oliveira. Em entrevista após o jogo, o atleta acabou perdendo a cabeça e disparando contra o árbitro: “O juiz é uma merda”, afirmou.

Guarani foi derrotado pelo São Bento por 1 a 0 - Jesus Vicente/ EC São Bento
Guarani foi derrotado pelo São Bento por 1 a 0
SÃO BENTO
Apesar de toda reclamação por parte do Guarani, o São Bento foi o primeiro a ter um jogador expulso. Ewerton Páscoa acabou recebendo o vermelho por segurar Matheus Oliveira.

“Expulso por segurar seu adversário de nº 11 o Sr Matheus Oliveira Santos impedindo uma clara oportunidade de gol, lance ocorreu na meia lua da grande área fora da área penal”, pontuou o árbitro.

 
 
" />