Paulista A2: Herói do dérbi de 2012, Medina negocia retorno ao Guarani

O meia foi oferecido ao Bugre, mas sua contratação depende do aval do técnico Fernando Diniz

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 10 (AFI) - O rebaixamento da Ponte Preta no Campeonato Brasileiro vai fazer com que o dérbi campineiro volte a acontecer depois de quatro anos. E a diretoria do Guarani pode contratar um jogador que escreveu seu nome na história do clássico em 2012.

Ao sair do banco de reservas para substituir o ídolo Fumagalli, Medina marcou dois gols e comandou a virada bugrina sobre a Macaca, por 3 a 1, no Brinco de Ouro da Princesa, pela semifinal do Campeonato Paulista daquele ano. Apesar de não ter feito muito mais coisa além disso, o meia caiu nas graças da torcida alviverde.

Medina foi oferecido ao Guarani, mas sua contratação depende do aval da comissão técnica
Medina foi oferecido ao Guarani, mas sua contratação depende do aval da comissão técnica
O jogador está de volta ao futebol brasileiro depois de uma temporada no México, defendendo o Potros. Seu nome foi oferecido ao Guarani e a diretoria aguarda o aval do técnico Fernando Diniz para iniciar a negociação. A contratação de Medina é vista com bons olhos pelo departamento de marketing bugrino, principalmente com a volta do dérbi.

A CARREIRA
Luiz Carlos Medina é natural de Jaraguá do Sul e tem 27 anos. O meia revelado pelo Avaí passou ainda por ASA, Ituano e Chapecoense até chegar ao Guarani em 2012, quando fez quatro gols em 32 jogos. Retornou dois anos depois após defender o Mirassol, mas não conseguiu ter uma sequência devido a seguidas lesões.

Em 2015, Medina não jogou por conta de problemas físicos e no ano seguinte acertou com o União Barbarense, mas acabou sendo pego no exame antidoping. Suspenso preventivamente por 30 dias em maio, o meia foi punido com quatro anos de suspensão, depois a pena caiu para dois anos e terminou com oito meses. Livre, acertou com o Potros-MEX no início de 2017.

 
 
" />