Amoroso, aquele mesmo, volta ao futebol e fecha com Boca Ratón, dos EUA

Jogador estava aposentado desde 2009, quando fez a última partida pelo Guarani

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) – Sete anos depois, o atacante Amoroso está de volta ao futebol profissional. A cinco dias de completar 42 anos, o ídolo do Guarani foi anunciado, nesta quinta-feira, como novo reforço do Boca Ratón, clube da Flórida que disputa a American Premier Soccer League (APSL), uma espécie de quarta divisão nos Estados Unidos.

O acordo entre o Boca Ratón e Amoroso é para que ele dispute algumas partidas pela APSL, quarta liga dos Estados Unidos no que diz respeito a poderio financeiro – nos EUA não há rebaixamento ou promoção entre as ligas de futebol do país. Após cumprir este número de jogos, ele vai virar embaixador do time pelo mundo.

Boca Ratón, dos EUA, anunciou Amoroso com muito entusiasmo
Boca Ratón, dos EUA, anunciou Amoroso com muito entusiasmo

Amoroso foi anunciado com grande destaque no site oficial do time da Flórida. A assessoria de comunicação do clube reforçou as passagens do jogador por São Paulo, Flamengo, Parma-ITA, Borussia Dortmund-ALE, além da Seleção Brasileira.

"Estamos muito animados e honrados por ter um jogador como o Amoroso jogando com a gente", disse o presidente do Boca Ratón, Douglas Heizer. "Sua chegada em Boca Ratón será muito importante não só para esta temporada, mas o mais importante para todos os projetos de longo prazo do clube", completou.

A última partida de Amoroso como profissional aconteceu há muito tempo, no dia 8 de fevereiro de 2009, pelo Guarani. Na oportunidade, com 34 anos, ele jogou e não marcou gols no empate com a rival Ponte Preta, por 2 a 2. Desde então, atuou como dirigente no Bugre, empresário e comentarista de TV.

CARREIRA VITORIOSA
Considerado um dos maiores jogadores da história do Guarani, Amoroso surgiu como grande promessa no início dos anos 90 no clube. Antes de brilhar no profissionalmente no Bugre, passou pelo Verdy Tokyo (Japão). Após sair do time de Campinas, defendeu Flamengo, Udinese-ITA, Parma-ITA, Borussia Dortmund-ALE, Málaga-ESP, São Paulo, Milan-ITA, Corinthians, Grêmio e Aris-GRE.

Luizão, Djalminha e Amoroso formaram um trio brilhante pelo Guarani
Luizão, Djalminha e Amoroso formaram um trio brilhante pelo Guarani

Nestas quase duas décadas de carreira, acumulou títulos e prêmios individuais. Entre as principais taças estão a Libertadores e Mundial de Clube, ambos de 2005, pelo São Paulo. Ele também conquistou a Copa América de 1999 com a Seleção Brasileira, formando um trio ofensivo com Ronaldo Fenômeno e Rivaldo.

Entre os muitos prêmios individuais, estão as duas Bolas de Prata 1994 com o Guarani (seleção e artilheiro do Brasileiro), além da Bola de Ouro do mesmo ano. O atacante também foi o craque do Campeonato Alemão de 2001-2002 pelo Dortmund, melhor da final da Libertadores de 2005 e Chuteira de Ouro do Mundial, ambos pelo São Paulo. Também conquistou as artilharias do Brasileiro de 1994 (19 gols), do Italiano pela Udinese (22 gols), do Alemão pelo Dortmund (18 gols) e do Mundial (2 gols).

 
 
" />