Artilheiro do Guarani promete "cartinha" para enfrentar São Paulo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) – O grande momento vivido pelo atacante Roger dentro de campo, vestindo a camisa do Guarani, está refletindo diretamente no seu comportamento fora. Ou vice-versa. A verdade é que com os dois gols marcados no empate com o Cruzeiro, por 2 a 2, ele lidera a artilharia do Brasileirão, com quatro gols. Na entrevista coletiva ele mostrou maturidade e promete enviar um pedido oficial á diretoria do são Paulo para enfrentar o time detentor de seu atestado liberatório.

“Somos todos profissionais. Então temos que tratar este assunto como tal. Não há motivos para não pegar o são Paulo, uma vez que estou trabalhando em prol do Guarani. E no São Paulo, por vários motivos, nunca eu fui bem, embora tenha ido bem em outros clubes por onde passei (como Sport Recife, Fluminense e Vitória)”, revelou Roger.

O artilheiro garante que já conversou com o presidente bugrino, Leonel Martins de Oliveira, para que eles encaminham uma “cartinha” para o presidente sãopaulino para enfrentar o tricolor. Este confronto vai acontecer no próximo domingo, no Brinco de Ouro, pela quinta rodada. Antes disso, quarta-feira, o Guarani vai medir forças contra o Santos, na Vila Belmiro.

Na verdade, não há impedimento legal para que Roger pegue o são Paulo. Não existe a conhecida "cláusula de impedimento". O que sempre acontece é um acordo de cavalheiros entre os dirigentes dos dois clubes para evitar uma grande atuação ou superação do jogador emprestado.

Os gols e o time
Roger dividiu os méritos de seus gols com os companheiros, inclusive, lembrou um fato ocorrido no final quando Mazola tentou a finalização ao invés de fazer o passe para ele. E Mazola se deu mal, chutando para fora.

“O Mazola ainda é um jovem, bem garoto. Eu não o xinguei. Pelo contrário. Fui dar um abraço nele e disse que ele fez certo, porque estava confiante na finalização”, comentou Roger. Ele lamentou o empate no segundo tempo, porque “poderíamos ter ampliado o placar ainda no primeiro tempo”, quando o time campineiro fez dois gols e criou outras chances.