ONDE ANDA: Yordan Letchkov, craque carequinha da Bulgária na Copa de 94

Jogador brilhou ao lado de Stoitchkov e virou político após encerrar a carreira

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - Meio-de-campo, técnico, fiel escudeiro do craque Hristo Stoichkov, e um dos ícones da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos. Trata-se do meia búlgaro Yordan Letchkov, que ficou famoso por eliminar a Alemanha daquele Mundial com um dos mais belos gols de cabeça da história do futebol. Após receber cruzamento, o jogador se antecipou à zaga e mergulhou firme, marcando o tento quase de fora da grande área, no ângulo do goleiro Ilgner.

Outro fato que o deixou conhecido foi seu penteado pouco ortodoxo. Letchkov era careca e mal tinha cabelo no centro de sua cabeça, fato compensado pelo excesso que couro cabeludo que portava em seu "topete", um dos mais famosos da história do futebol mundial. Já aposentado, o jogador começou sua carreira no Sliven, clube búlgaro. Após praticar um bom futebol e ter atuações de destaque, foi contratado pelo maior clube do país, o CSKA Sofia, na temporada 1991-1992.

Pouco tempo depois, atraiu os olhares dos grandes centros europeus, transferindo-se para o Hamburgo, da Alemanha. Ao lado de Stoichkov, então craque do Barcelona, classificou a Bulgaria para a disputa do Mundial de 1994, fazendo parte da chamada geração de ouro do futebol búlgaro, que ainda contava com Kostadinov e Balakov. Os quatro brilharam nos Estados Unidos, dando à Bulgaria uma posição de destaque sem precedentes. Na terra do Tio Sam, o time europeu eliminou a então campeã mundial Alemanha, nas quartas-de-final, levando a equipe à melhor colocação de sua história nas Copas.

O time, porém, não foi páreo para a Itália de Roberto Baggio, e teve que se contentar com a disputa do terceiro lugar, onde foi derrotado pela Suécia. Mesmo assim, os búlgaros marcaram época. Letchkov seguiu defendendo a Seleção, onde também se destacou na Eurocopa de 1996 e na campanha das Eliminatórias para a Copa de 1998. Neste meio tempo, o jogador ainda atuou por clubes importantes, como Olympique de Marselha-FRA e Besiktas-TUR, antes de voltar para a Bulgária, onde jogou novamente pelo CSKA Sofia. O carequinha encerrou sua carreira em 2004 no clube onde foi revelado, o Sliven.

Depois do futebol...
Depois de anunciar sua aposentadoria, Letchkov tornou-se um homem de negócios, sendo dono de hotéis de luxo, além de uma academia de futebol, tudo dentro de seu país. Aproveitando-se de sua condição de ídolo local, o ex-jogador tornou-se prefeito da cidade de Sliven em 2003, sendo reeleito em 2007.

Desde 2005, Letchkov também é vice-presidente da União Búlgara de Futebol, que comanda o esporte no país. Neste ano, o ídolo do futebol búlgaro foi destituído do cargo, após acusações de conduta imprópria. Os cidadãos da cidade, como era de se esperar, protestaram, e o ex-jogador alegou "intriga da oposição". Coisas da vida.