Grêmio defende invencibilidade de 10 jogos para avançar na Copa do Brasil

Mesmo com a vantagem de ter vencido no Mato Grosso, por 2 a 1, os gaúchos não querem saber de desrespeito ao Cuiabá

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 18 - Demorou um pouco mais que o previsto, mas o Grêmio enfim decolou na temporada. São dez jogos sem perder, sete vitórias seguidas e esperança renovada por títulos. Nesta quarta-feira, às 16h30, diante do Cuiabá, na sua arena, a manutenção da série invicta significa classificação às semifinais da Copa do Brasil.

Mesmo com a vantagem de ter vencido no Mato Grosso, por 2 a 1, os gaúchos não querem saber de desrespeito ao rival. Renato Gaúcho vai escalar força máxima para evitar uma zebra em Porto Alegre.

Apesar do triunfo fora de casa, os gaúchos passaram aperto em determinados momentos do jogo. O time do Cuiabá mostrou poder ofensivo e quase arrancou o empate. Vanderlei teve trabalho.

Grêmio defende invencibilidade de 10 jogos para avançar na Copa do Brasil
Grêmio defende invencibilidade de 10 jogos para avançar na Copa do Brasil
Para seguir firme na busca pelo sexto título da Copa do Brasil, o Grêmio terá reforços. Ausências na boa vitória sobre o Ceará, por 4 a 2, os zagueiros Pedro Geromel e David Braz estão de volta ao time titular, assim como o atacante Ferreira.

Renato não definiu quem será o segundo homem de marcação no meio. Matheus Henrique está confirmado e Lucas Silva e Darlan disputam a outra vaga. Na esquerda, Bruno Cortez deve voltar na manutenção do rodízio com Diogo Barbosa.

"Sabemos da importância da partida e do que representa para a gente. Vamos entrar com o mesmo foco e respeito que tivemos na primeira partida", enfatizou Matheus Henrique. "Sabemos, também, da qualidade do adversário, eles não estão à toa nas quartas de final. Têm os méritos deles e nós os nossos. E vamos com a mesma determinação para conquistar a vaga."

ARMA
O fator campo é outra arma dos gaúchos, que não perdem na sua arena há mais de dois meses - levou 2 a 1 do Sport em 3 de setembro. Foram seis vitórias e quatro empates após aquele tropeço.

Mesmo com o resultado adverso, a equipe do Cuiabá mantém a confiança em classificação. Eles conseguirem ganhar do Botafogo no Rio e acreditam que podem também surpreender o Grêmio em Porto Alegre.

Como o critério de gols fora não existe na competição, basta um triunfo por 1 a 0 para a decisão ir para os pênaltis. Justamente o placar anotado no Rio.

Será a estreia de Allan Aal, contratado do Paraná. O técnico substitui Marcelo Chamusca, que foi para o Fortaleza. Ele treina o clube desde segunda-feira e manterá o esquema com três atacantes.