Edmundo? Gladiador? Marcelinho? Saiba qual jogador mais vezes foi expulso no Brasileirão

Diego Souza foi expulso direto na vitória do Grêmio, por 3 a 1, contra o Botafogo na última quarta-feira pela 16ª rodada

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 15 (AFI) - Nem Kléber Gladiador, nem Marcelinho Carioca e muito menos Edmundo. Os três tinham o pavio curto, mas é o meia Diego Souza, hoje no Grêmio, o recordista de expulsões diretas na história do Campeonato Brasileiro de 1971 para cá, segundo OGol. Ele igualou Antônio Carlos.

Diego Souza foi expulso direto na vitória do Grêmio, por 3 a 1, contra o Botafogo na última quarta-feira pela 16ª rodada. Esse foi o décimo cartão vermelho direto que o meia levou entre 2003 e 2020. O ex-zagueiro Antônio Carlos também soma dez expulsões entre 1990 e 2007.

Mais uma expulsão no currículo. (Foto: Divulgação)
Mais uma expulsão no currículo. (Foto: Divulgação)
O último vermelho de Diego Souza, por ora, foi logo aos sete minutos do segundo tempo. Numa dividida com Guilherme Santos, ele deixou a perna nas nádegas do botafoguense. O VAR alertou o árbitro Luiz Flávio de Oliveira sobre a agressão e o atacante acabou sendo expulso.

A dupla acumula um cartão vermelho direto a mais do que Luisinho Quintanilha, Kleber Gladiador e Marcelinho Carioca. O polêmico Edmundo, hoje comentarista, vem só depois, com oito expulsões, assim como Rogério Pinheiro, Dário, Hugo, Preto Casagrande, Cléber, Jancarlos e Sandro Barbosa.