Rádio argentina afirma que Grêmio venderá atacante para ter Cavani

Recentemente, o presidente do clube gaúcho negou estar negociando com o uruguaio

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 08 (AFI) - Os boatos sobre a chegada de Cavani ao Grêmio começam a ganhar força. A Rádio Closs Continental, da Argentina, na manhã desta terça-feira afirmou que o ex-atacante do PSG já está no Uruguai e seguirá ao Brasil ainda nesta semana. O veículo ainda deu mais detalhes sobre a negociação. A reportagem, no entanto, acredita que o atleta esteja na França.

Em postagem feita nas redes sociais, a Closs Continental revelou com todas as letras que o Grêmio usará o dinheiro de Everton Cebolinha e Pepê para contratar Cavani. A afirmação revelou informações novas. O primeiro foi negociado com o Benfica, de Jorge Jesus, mas o segundo ainda faz parte do elenco gremista.

No entanto, vale lembrar que o próprio presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, afirmou que o atleta recebeu uma proposta do futebol inglês com partida imediata, mas, até o momento, o martelo não foi batido, apenas aumentando a especulação em cima de Cavani.

Cavani tem o nome especulado no Grêmio
Cavani tem o nome especulado no Grêmio

No entanto, o próprio mandatário afirmou recentemente que o clube sequer abriu negociação pelo uruguaio."Não tem nada agora e nunca teve. Esse é um assunto que não devemos nem alimentar o sonho do torcedor. O Cavani é um jogador que tem propostas de uns dez clubes europeus, todas superiores a que qualquer clube brasileiros pode pagar", afirmou.

CRISTIANO RONALDO E CAVANI?

A Juventus, da Itália, é outro clube que está interessado no atacante uruguaio. Entretanto, a vontade de Cavani de ficar mais perto da família é um ponto a favor do Grêmio, afinal o estado do Rio Grande do Sul faz divisa com o Uruguai.

Vale lembrar que o Benfica chegou a iniciar negociação, mas recuou por conta do alto valor. O Atlético-MG também fez um primeiro contato, mas desistiu pelo mesmo motivo.

CARREIRA

Aos 33 anos, o ex-companheiro de Neymar tem poucos clubes na carreira, pois sempre fica muito tempo com a mesma camisa. Passou por Danubio, do Uruguai, Palermo e Napoli, da Itália, e defendeu o PSG de 2013 a 2020.