Volante do Grêmio revela que recebeu ameaças após provocar o Internacional

Maicon gravou um vídeo ainda na Arena do Grêmio tirando sarro do rival na última quarta-feira

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 07 - O volante Maicon defendeu nesta sexta-feira as provocações feitas por jogadores e torcedores do Grêmio ao Internacional, após a vitória no Gre-Nal de quarta-feira, por 2 a 0, na decisão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Para o jogador, as brincadeiras fazem parte do futebol.

"Durante um tempo, nosso rival fez muito isso. Agora que é nossa vez está errado? Não vejo. Tem que aguentar, não tem jeito. Futebol é assim. Não adianta querer ser só do seu lado. E tem que ter. Quando ganhar, pode brincar, tirar onda. Faz parte do futebol. Isso abrilhanta. Claro, com respeito", disse o jogador.

Maicon saiu em defesa da provocação no futebol
Maicon saiu em defesa da provocação no futebol
Com o triunfo no meio de semana, o Grêmio não apenas garantiu vaga na final do Estadual. O time comandado por Renato Gaúcho ampliou a sequência invicta sobre seu maior rival. Agora soma nove jogos seguidos sem derrota para o Inter.

MENSAGENS AGRESSIVAS
Sem sair do clima de brincadeira, o capitão da equipe revelou que as provocações gremistas renderam até mensagens mais agressivas.

"Recebemos mensagens até engraçadas, que vão nos matar, que vão fazer isso, aquilo. Mas, quando é com eles, fica difícil. Complicado, não aceitam. Nós entramos para jogar o melhor futebol, dar alegria ao torcedor, ganhar, sem querer arrumar confusão. Futebol é resolvido em campo. Relação é profissional, de respeito. Somos pais de família", declarou.

ESTREIA NO BRASILEIRÃO
Com Maicon em campo, o Grêmio fez nesta tarde o penúltimo treino antes da estreia no Brasileirão, contra o Fluminense, domingo, em Porto Alegre.

Renato Gaúcho comandou atividade tática e técnica em campo reduzido, sem indicar os possíveis titulares para domingo. A preparação da equipe será finalizada na manhã deste sábado.