Treinamento do Grêmio tem Jean Pyerre no gramado e mistério de Renato Gaúcho

As principais dúvidas giram em torno dos substitutos do zagueiro Walter Kannemann e do meia Matheus Henrique

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 16 - O Grêmio finalizou neste sábado a preparação para o duelo contra o Flamengo, agendado para este domingo, às 16 horas, em Porto Alegre, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O último treinamento foi quase todo fechado e cercado de mistério por parte do técnico Renato Gaúcho, que não indicou quem joga.

DÚVIDAS
Renato Gaúcho faz mistério em escalação do Grêmio
Renato Gaúcho faz mistério em escalação do Grêmio

As principais dúvidas giram em torno dos substitutos do zagueiro Walter Kannemann, com a seleção da Argentina, e do meia Matheus Henrique, com a seleção olímpica.

A expectativa é de que David Braz atue na zaga ao lado de Pedro Geromel e Darlan apareça no meio de campo. Michel também é alternativa.

Quando a atividade no CT Luiz Carvalho foi aberta à imprensa, o grupo participava de um trabalho de dois toques, o que normalmente acontece às vésperas dos jogos. Ao final dos trabalhos, foram treinadas cobranças de pênalti e falta.

DE VOLTA AOS GRAMADOS

Jean Pyerre apareceu no gramado, mas ainda não voltou a treinar com bola e não tem uma data para retornar. Ele se recupera de uma lesão muscular na coxa direita há quase dois meses e fez corridas leves e alternadas neste sábado. Em recuperação de lesão, Rômulo treinou separadamente.

A equipe tricolor busca aumentar a sequência de vitórias para seis jogos no Brasileirão para se consolidar no quarto lugar e garantir a vaga direta na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores.

REVANCHE?

Após o treinamento, Alisson concedeu entrevista coletiva no CT Luiz Carvalho.

Os desfalques das duas equipes e a força do adversário carioca foram assuntos tratados com o atacante.

No entanto, o que dominou a entrevista foram as perguntas referente ao último encontro entre Grêmio e Flamengo, que terminou com goleada de 5 a 0 do time rubro-negro e, por consequência, a classificação à final da Libertadores.

Alisson rememorou a partida. Ele não crê que o duelo tem o sentimento de revanche para os gremistas e acredita que a sua equipe pode fazer como o Vasco e incomodar o Flamengo.

"Tomamos o gol no finalzinho, no início do segundo tempo tomamos o gol e desestabilizamos um pouco. Mas temos condições de jogar de igual para igual contra o Flamengo e quem sabe conseguir a vitória para cada vez mais ficar no G-4", afirmou.