Capitão do Grêmio lamenta tropeço: "Não foi o resultado que a gente queria"

Pedro Geromel disse que o pênalti marcado para o Athletico-PR mexeu com o psicológico dos jogadores

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 28 (AFI) - A derrota para o Athletico-PR, por 2 a 0, na Arena da Baixada, evitou que o Grêmio garantisse a classificação na fase de grupos da Copa Libertadores com antecedência. Não é a toa que os jogadores deixaram o gramado lamentando o resultado.

O capitão Pedro Geromel acredita que o pênalti marcado pelo árbitro com a ajuda do VAR, que originou o segundo gol do Athletico-PR, mexeu com o psicológico dos jogadores tricolores. Logo depois, Diego Tardelli foi expulso por agredir Nikão.

Pedro Geromel lamentou o tropeço do Grêmio em Curitiba (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Pedro Geromel lamentou o tropeço do Grêmio em Curitiba (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

NÃO FOI O ESPERADO

"Não foi o resultado que a gente queria. É praticamente o sexto jogo seguido que temos um pênalti marcado contra nós.

Independente se foi bem marcado ou não, isso influencia no fator psicológico. Depois veio a expulsão. Isso praticamente condicionou o jogo", comentou Geromel.

REABILITAÇÃO EM CASA ?
Agora, as atenções do Grêmio estão voltadas para a partida de domingo, contra o São Paulo, em Porto Alegre.

O técnico Renato Gaúcho não poderá contar com o volante Matheus Henrique e o atacante Diego Tardelli, suspensos.

Com 59 pontos, o Grêmio está na quarta colocação e não corre o risco de perder posições no complemento da rodada.