Elenco do Grêmio admite jogo ruim, mas dá méritos ao Bahia

O time gaúcho perdeu a chance de entrar no G4 do Brasileirão nesta quarta-feira ao ser derrotado por 1 a 0

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 16 (AFI) - As vaias dos pouco mais de 13 mil torcedores presentes na Arena do Grêmio nesta quarta-feira foram reflexos do futebol apresentado pelo Grêmio na derrota para o Bahia, por 1 a 0. Os próprios jogadores reconheceram que deixaram a desejar.

"Hoje não foi uma exibição que a gente gostaria de ter tido. Somos um grupo experiente e sabemos que não criamos muito, que fomos bem abaixo. Hoje o Bahia também tem muitos méritos, pois se defendeu muito bem e fez o gol", disse o capitão Pedro Geromel.

Pedro Geromel disse que o Grêmio não foi bem
Pedro Geromel disse que o Grêmio não foi bem

SENTIU?
O atacante Diego Tardelli, que teve poucas oportunidades e saiu muito da área, seguiu a mesma linha do companheiro e acredita que algumas peças importantes sentiram o desgaste físico, como Matheus Henrique e Everton, que estavam com a Seleção Brasileira.

"A gente desde o começo não conseguimos fazer uma boa partida, não criamos. Eles queriam uma bola, uma chance, e tiveram no finalzinho. Acho que hoje o time sentiu um pouco o desgaste", comentou Tardelli.

VAI DE RESERVAS
No sábado, o Grêmio enfrenta o Fortaleza, na Arena Castelão, e Renato Gaúcho deve mandar a campo um time reserva, pois na quarta-feira tem o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores, diante do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Em Porto Alegre, os dois times ficaram no empate por 1 a 1. Como o gol fora é o primeiro critério de desempate, o Flamengo tem a vantagem do empate sem gols.