Renato Gaúcho nega mudança de estilo e comemora vitória do Grêmio

O treinador também saiu em defesa do atacante André, criticado pelas fracas atuações nas últimas semanas

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 11 - Irregular neste Brasileirão, o Grêmio superou o América-MG por 1 a 0, no domingo, e voltou a se aproximar dos primeiros colocados da tabela. Mas o triunfo, em casa, preocupou parte da torcida por causa de mudanças na atuação da equipe gaúcha, que apostou em lançamentos e bolas mais longas, deixando de lado o estilo de trocas de passe que vem consagrando o time de Renato Gaúcho nos últimos campeonatos.

O treinador, contudo, evitou valorizar as críticas. "Não fico comparando a atuação de um jogo para outro. Cada jogo é uma decisão, importante buscar a vitória. Contra o Palmeiras criamos, mas não fomos felizes nas finalizações. Criamos oportunidades, fizemos o gol e três pontos. É o que importa. Vejo muitos times que não estão jogando bem, mas estão vencendo", ponderou.

Renato Gaúcho negou que sua equipe tenha mudado de estilo. As bolas longas, segundo o técnico, faziam parte da estratégia específica para o duelo deste domingo, em razão das características do adversário.

Renato Gaúcho nega mudança de estilo e comemora vitória do Grêmio
Renato Gaúcho nega mudança de estilo e comemora vitória do Grêmio
"Quanto a bola longa, os jogadores têm a liberdade para fazer. Percebemos que o América-MG jogava com a linha, tinha espaços nas costas dos zagueiros. O América-MG levou muitos gols desta forma. O passe longo é característica do Cícero e do Everton. Não vou proibir de jogar com esta velocidade. Sabíamos que poderia acontecer", declarou.

O treinador também saiu em defesa do atacante André, criticado pelas fracas atuações nas últimas semanas. "Temos que dar um desconto a ele porque ficou muito tempo parado no Sport e não fez a pré-temporada. Está atropelando as coisas, fez muitos gols por onde passou", declarou. "Ele vai passar por essa fase e a bola vai começar a entrar."

O triunfo levou o time gaúcho aos 19 pontos, alcançando novamente o G-4. O Grêmio ocupa justamente o quarto lugar, a sete pontos do líder Flamengo.

 
 
" />